Buscar

28/11/2017 - CUT e demais centrais convocam greve nacional contra a reforma da Previdência



Resultado de imagem para greve geral dos professores

28/11/2017 - CUT e demais centrais convocam greve nacional contra a reforma da Previdência


        O governo, por meio de campanha publicitária milionária, quer convencer a população que sem reforma da Previdência o país não atrairá investimentos internacionais, gerará insegurança para o mercado e a crise econômica será ainda mais intensa.


Por um lado, quer criar um clima político positivo, com as notícias de baixa inflação, queda da taxa de juros, crescimento da taxa de emprego formal, apesar de toda a crise política e de baixa popularidade de Temer. Por outro lado, diz que, para o país continuar crescendo e diminuir o déficit público, precisa continuar com a agenda de reformas, aprovando, ainda neste ano, a reforma da Previdência.


Reforma cuja proposta apresentada, mesmo com as alterações no texto inicial, joga os trabalhadores públicos e da iniciativa privada no pior dos mundos, não bastasse a reforma trabalhista, já altamente prejudicial aos trabalhadores.


O governo Temer e sua base de apoio se movimentam para aprovar a reforma ainda em 2017. O presidente da Câmara diz que pode colocar a PEC da Previdência na pauta de votação do dia 06 de dezembro. Aprovada na Casa, ele a encaminhará para a votação no Senado.


Há dificuldades para o governo compor os votos necessários para aprovar a reforma. Dificuldades reconhecidas inclusive por muitos analistas políticos e conhecedores dos bastidores do Congresso Nacional. Mas, o movi mento sindical não pode apostar nestas dificuldades que, em geral, o governo supera por meio de oferta de cargos e emendas parlamentares que liberam recursos da União.


Sendo assim, resta a organização e a luta dos servidores e dos demais trabalhadores para pressionar contra a REFORMA E A NÃO RETIRADA DE DIREITOS.


Convocados pela CUT e demais centrais sindicais, os trabalhadores públicos e da iniciativa privada vão à greve geral no dia 05 de dezembro, em todo o território nacional. 


Participem da greve nacional e dos atos e manifestações públicas que serão realizados neste dia.

CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CONTRA O REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

NENHUM DIREITO A MENOS!

TODOS À GREVE GERAL!