Buscar

Um homem de 34 anos morreu após ser agredido com um objeto perfuro cortante por um adolescente de 16 anos durante o carnaval de Salvador.

27/02/2017 11h54 - Atualizado em 27/02/2017 16h36

Homem é ferido por adolescente na Bahia durante desfile de trio e morre

Crime ocorreu no bairro de Ondina, onde termina circuito em Salvador.
Segundo polícia, jovem disse que crime ocorreu devido à rixa entre facções.


Foliões em Ondina, em Salvador (Foto: Tiago Caldas/Ag.Haack)Um homem de 34 anos morreu após ser agredido com um objeto perfuro cortante por um adolescente de 16 anos durante o carnaval de Salvador. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o crime ocorreu, na noite de domingo (26), durante o desfile do bloco Projeto Especial Broder, puxado pela banda Lá Fúria, no bairro de Ondina, onde termina o circuito Dodô (Barra-Ondina).
O adolescente de 16 anos foi apreendido em flagrante. A vítima, Jailton dos Santos, que tinha duas passagens por roubo e furto, chegou a ser socorrida, mas não resistiu. O suspeito do crime foi ouvido na Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI), no bairro de Brotas, e, segundo a polícia, disse que matou a vítima por conta de uma rixa entre facções.
Testemunhas afirmaram que o jovem utilizou um caco de vidro para cometer o crime, o que está sendo investigado pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT). O adolescente, segundo a SSP-BA. já tinha passagem por tráfico de drogas.
Outro caso
Também no bairro de Ondina, outro homem também foi agredido por um objeto cortante durante o desfile do bloco Projeto Especial Broder, puxado pela banda Lá Fúria. A vítima foi socorrida e não corre risco de morrer, segundo a polícia. Ainda não há informações sobre a autoria da agressão e a motivação.
Em nota enviada à imprensa, a banda Lá Fúria informou que ficou sabendo do caso envolvendo a morte após a agressão em Ondina por meio da imprensa e lamentou o ocorrido. Confira abaixo íntegra da nota divulgada pela banda:
“A Banda La Fúria, em respeito ao grande público presente no Carnaval de Salvador, também à sociedade e ordem pública, vem esclarecer não teve conhecimento deste lamentável episódio, somente sendo surpreendida pelas reportagens. Por fim, como bem frisou a matéria, o fatídico crime ocorreu por motivos ali divulgados, infeliz realidade que atinge todo o território nacional, muito bem enfrentado pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Nossas músicas não fazem insinuação, conotação ou incentivo a crimes, ou desordens. Nossa arte musical é de descontração, trocadilhos e sensualidade, tendo em seu público o zelo pela ordem pública nas apresentações. Por fim, a banda lamenta o ocorrido e ressalta que foi convidada e cumpriu seu papel que era apenas se apresentar no Bloco Broder, responsável pela organização da estrutura e venda”

Blogs

Postagens mais visitadas

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS