Buscar

A polícia civil investiga mais um caso de estupro coletivo sofrido por uma mulher de 35 anos.


A polícia civil investiga mais um caso de estupro coletivo sofrido por uma mulher de 35 anos, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

Desta vez, a vítima foi uma dona de casa, que passou momentos de terror ao ser estuprada por 10 homens, na noite de segunda-feira (17), mas o caso veio a público nesta quarta (19).

Segundo as investigações, a vítima estaria em bar com um amigo, na Rua Cardeal Sebastião Leme, quando foi abordada por quatro adolescentes e levada para o banheiro, onde teria sido forçada a fazer sexo oral em todos eles.

Logo depois, ela e o amigo foram libertados, mas a vítima acabou sendo novamente atacada e levada para a Rua Caetano Moura, que é deserta e não tem boa iluminação, onde voltou a ser estuprada, dessa vez com coito anal e vaginal.

A vítima foi encontrada seminua e muito abalada por policiais militares que faziam patrulhamento pelo local.

Dois menores, um de 15 e outro de 16 anos, que estavam perto do local do crime, foram abordados pelos PMs, reconhecidos pela vítima e encaminhados para a delegacia.

A polícia ainda procura os outros autores do crime.

Segundo o depoimento prestado na 74ªDP (Alcântara), ela relatou que os estupradores chegaram a usar galhos de árvore para consumar o estupro. Após o relato, ela foi encaminhada para exames no Instituto Médico Legal de Tribobó

Fonte.

Blogs

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS