Buscar

A bebê Mabelin Gonçalves Pereira, que estava internada desde que nasceu, em , aguardando uma cirurgia no coração, morreu no último sábado



A bebê Mabelin Gonçalves Pereira, que estava internada desde que nasceu, em , aguardando uma cirurgia no coração, morreu no último sábado (1º). Ela foi diagnosticada com uma cardiopatia congênita ainda durante a gestação e mesmo com o pedido judicial para que ela fosse transferida assim que nascesse para uma unidade especializada, a transferência só foi feita mais de uma semana depois do parto, que ocorreu no dia 18 de agosto.   Mabelin estava internada desde o dia 26 de agosto na Unidade de Terapia Intensiva do Incor, hospital especializado  em . 

A transferência da Maternidade Santa Isabel, em Bauru, para o hospital em São Paulo, só foi feita após quatro decisões judiciais, a primeira delas de 16 de agosto, dois dias antes do nascimento de Mabelin. De acordo com a mãe, Silmara Gonçalves Pereira, a situação dela era grave e os médicos aguardavam que a saúde dela se estabilizasse para realizar a cirurgia, mas a bebê acabou não resistindo. "Além do problema no coração, ela estava com complicações no pulmão", contou a mãe. 

Entenda o caso Silmara conseguiu quatro decisões judiciais que determinam a transferência imediata dacriança para um hospital especializado. A primeira decisão foi no dia 16 agosto, dois dias antes da Mabelin nascer.  Um dia depois do parto, a juíza deu uma nova determinação: a internação urgente do bebê, nem que fosse na rede particular, com todos os custos pagos pelo estado. Mas nenhuma das decisões foram cumpridas, deixando a espera da Mabelin sem hora pra acabar. "É desumano isso. Que mundo é esse que a gente vive onde o dinheiro vale mais do que a vida?", questiona. Antes de conseguir a vaga no Incor, a Diretoria Regional de Saúde também tentou a transferência para um hospital particular, que também informou que não teria como receber a bebê. O estado chegou a recorrer da decisão da Justiça, mas por fim, a transferência foi feita no dia 26 de agosto, 8 dias após o nascimento de Mabelin. Desde então a família estava na expectativa para o procedimento, mas o estado de saúde da menina piorou, a cirurgia nem chegou a ser realizada. * 


Com informaçõesLuciana Teixeira/ TV TEM.  

Fonte: http://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2016/10/morre-bebe-nascida-em-bauru-que-aguardava-cirurgia-no-coracao-em-sp.html

Blogs

Postagens mais visitadas

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS