Anvisa acha pelos de ratos em extrato de tomate marca heinz

Anvisa acha pelos de ratos em extrato de tomate

 por Amanda Brandão heinz-anvisa-990x968 A Anvisa (Agência

Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu na segunda-feira (18), por meio de publicação no Diário Oficial da União, a distribuição e a venda de um lote do Extrato de Tomate Heinz, fabricado pela Heinz Brasil S.A, em todo o território nacional, por causa da presença de pelos de ratos. Um laboratório credenciado pela Anvisa, a Fundação Ezequiel Dias (LACEN-MG), “detectou matéria estranha indicativa de risco à saúde humana, pelo de roedor, acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente”. O lote sob suspeita é o L06, cuja validade é até 01/04/2017. A agência determinou que a empresa recolhesse o “estoque existente no mercado, relativo ao lote do produto descrito”. Em agosto de 2013, a empresa havia sido alvo da Anvisa por causa da presença de pelos de roedores em um lote de ketchup. Na ocasião, a agência proibiu em todo o País a comercialização do produto, produzido no México. O lote em questão era o 2K04. Em fevereiro do mesmo ano, a Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) pediu à Anvisa a retirada preventiva do mercado do lote 2C30 do Tomato Ketchup Heinz, de 397 gramas, após ter encontrado pelos de roedor no produto. Fonte: R7

Postagens mais visitadas deste blog

ATRIBUIÇÃO 2017 - ENTREGA DE DOCUMENTOS DE ESCOLARIDADE - MARÍLIA