Em meio à crise econômica, o número de empresas que fecharam as portas vem aumentando.

Em meio à crise econômica, o número de empresas que fecharam as portas vem aumentando. Entretanto, empresários e trabalhadores de Marília (SP) podem comemorar tranquilamente o Dia do Trabalho, que será neste domingo (1). A cidade pode ser considerada referência em relação à abertura de novos empreendimentos.
 Nos três primeiros meses de 2016, 865 novas empresas foram estabelecidas na cidade. Em comparação ao mesmo período do ano anterior, houve aumento de aproximadamente 20%, de acordo com um balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Renan Martinelli Ribeiro, de 27 anos, é um dos empreendedores que se arriscaram no meio e se dedicam ao trabalho. Há quatro anos, ele pesquisa sobre qual o tipo de comércio que teria chance de se tornar sólido em Marília. Porém, há apenas dois meses o sonho se tornou realidade. O empresário abriu a franquia de uma loja de utilidades domésticas.

“Foi feita uma pesquisa extensa com diversas franquias que existem no mercado, além de participar de eventos voltados para a área durante quatro anos. Mesmo antes da crise econômica, eu já havia me preparado financeiramente. Em nenhum momento eu desisti da ideia para abrir a empresa”, conta Renan.
Número de apreendimentos em Marília aumentou em 20% em comparação a 2015 (Foto: Renan Martinelli Ribeiro/Divulgação)Número de apreendimentos em Marília aumentou em 20% em comparação a 2015 (Foto: Renan Martinelli Ribeiro/Divulgação)
Desde muito jovem, o instinto visionário e a dedicação foram os pontos principais para a abertura de sua empresa. Diariamente, o novo empreendedor mariliense estuda novas estratégias para manter seu estabelecimento diferenciado e com produtos inovadores. “Trabalhar com sucesso nesta área exige uma preparação de anos. Foi necessário realizar pesquisa de mercado, comparação entre empresas, verificar se a cidade de Marília comporta este tipo de empresa e até mesmo fazer o estudo da cidade, do fluxo de veículos que passam pelo local e de pessoas que passam pela avenida”, explica.

Para Renan, apesar de seu empreendimento ser uma novidade para a cidade, ele já sonha e espera o melhor do futuro. “A loja vem tendo aceitação muito boa. A gente sabe que as principais lojas estão no mercado há mais de 30 ou 40 anos. Mas meu sonho é que a gente se torne referência em pouco tempo”, finaliza.
Cássio Luiz Pinto Júnior afirma que investimentos em Marília aumentaram (Foto: Divulgação)Cássio Luiz Pinto Júnior afirma que investimentos em
Marília aumentaram (Foto: Divulgação)
Oportunidades em Marília
O leque de oportunidades de emprego que vem surgindo em Marília é vasto. Microempreendimentos e franquias compõem uma porcentagem significativa da renda gerada para a cidade em 2016. Em janeiro, fevereiro e março deste ano, foram investidos mais de R$ 6,3 milhões pela classe empresarial no município, segundo a Secretaria de Desenvolvimento econômico.

“Apesar da grave crise econômica que o país vem enfrentando nos últimos meses, a nossa cidade tem obtido uma boa média mensal de investimentos. Consequentemente, o município está conseguindo manter bons índices de geração de renda”, destaca Cássio Luiz Pinto Júnior, secretário municipal de Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo.
  •  
Sebrae oferece palestras gratuitas para empresários de Sumaré (Foto: Edson Donizete)Segundo consultor do Sebrae, empreendedor deve
acompanhar mudanças do mercado
(Foto: Edson Donizete)
Como empreender
Ainda assim, com todo o cenário econômico aparentemente desfavorável, empreender pode ser um bom negócio, desde que o empreendedor saiba aproveitar e identificar a melhor oportunidade. E essa é a primeira dica para quem quer se arriscar, segundo Rafael Trefilho Paulucci, consultor do Sebrae.

“Em seguida, o empreendedor deverá começar a fazer o seu planejamento. Nesta etapa ele deverá analisar, por exemplo, quem serão seus clientes, fornecedores, identificar seus concorrentes, principais parceiros, custos envolvidos e principalmente separar o dinheiro pessoal do dinheiro da empresa”, explica Rafael. Segundo o consultor, empreender requer capacitação e dedicação para acompanhar as constantes mudanças do mercado.

No caso de microempreendedores individuais, é possível formalizar o negócio com agilidade, por meio do site. Rafael destaca também observações importantes quando o interessado montar um negócio. “Pesquisar nome e endereço de sua empresa, a fim de validar a localização da mesma dentro das normas e legislação municipal, ter um contador confiável, quando necessário for, registrar na junta comercial, obter CNPJ, verificar emissão de documentos fiscais. Nestas obrigações o próprio contador pode auxiliar  o empreendedor.”

Ele destaca ainda a importância do universo online. “Como estamos na era da informação, vale destacar a importância de sua empresa estar na internet. Procure entender diariamente como seu cliente se comporta, como ele compra, o que ele prefere e sempre ouça sua opinião, através de pesquisa de satisfação, por exemplo. A razão de qualquer empresa existir são seus clientes”, afirma o consultor.
fonte:http://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2016/04/empreendedor-supera-crise-e-investe-em-novo-negocio-em-marilia.html

Postagens mais visitadas deste blog

ATRIBUIÇÃO 2017 - ENTREGA DE DOCUMENTOS DE ESCOLARIDADE - MARÍLIA