Pesquisar este blog

Buscar

Loja do Walmart em Marília :rescisão trabalhista.

FONTE: DIÁRIO DE MARÍLIA

A loja do Walmart em Marília iniciou nesta semana as reuniões de homologação com o sindicato dos empregados para concluir o processo de rescisão trabalhista da maioria dos seus 145 empregados contratados na cidade. No processo, ex-empregados estão sendo pegos de surpresa por uma manobra da empresa, que está descontando
de uma só vez todos os débitos de plano de saúde dos empregados que não haviam sido cobrados nas datas corretas.
Como o caso da repositora Edna Maria Maximiano. Demitida há 20 dias, pediram para aguardar em casa o processo de homologação da rescisão. Sua homologação será na próxima segunda-feira mas foi surpreendida essa semana com o depósito de R$ 36,00 da empresa, referente a todos os valores que teria a receber após três anos de carteira assinada (resíduo salarial, férias não gozadas, multa recisória, entre outros direitos trabalhistas.
Ao questionar o baixo valor à advogada do Sindicato dos Empregados no Comércio, Adriana Redolfi Carvalho, descobriu que todos os empregados demitidos estão recebendo seus acertos com o desconto dos débitos acumulados do plano de saúde oferecido pela multinacional.
“O Walmart primeiro oferecia o plano de saúde integral a todos os empregados. Depois de um certo tempo, modificou a proposta e iniciou cobertura de apenas 80% das consultas e exames. Mas em nenhum momento fez o desconto integral dos 20% dos empregos, descontando em folha apenas 2% do que era devido. Com o fechamento da loja em Marília, agora a empresa está descontando tudo o que não cobrou na data os 18% de cada exame. Tem funcionário recebendo apenas R$ 1 de acerto, tem quem está sendo demitido com dívida, por ter gasto mais do que o valor do acerto rescisório”, conta a advogada.
Edna ainda reclama do atendimento após ser demitida. “Além de me deixarem 20 dias paradas, perdendo oportunidades, não me atendem, não me explicam nada e, quando fui essa semana pedir a carteira de trabalho para garantir um novo emprego, nem me atenderam. Resultado, perdi a vaga de um novo emprego que havia surgido pra mim.”
Outro funcionário demitido que está preocupado com sua situação financeira é o vendedor Guilherme Alves Amorin. Ainda sem data de homologação marcada, constatou que recebeu nessa semana um depósito de R$ 1 proveniente da ex-empresa. após quatro anos de serviços. “Creio que seja isso que irão me pagar pela rescisão e estou muito preocupado, pois tenho várias contas para pagar e não esperava esse calote de uma multinacional.”
A advogada do sindicato ressalta que o Walmart cumpriu todas as exigências trabalhistas necessárias e quem não chegou a utilizar o plano de saúde não teve nenhum desconto no acerto. “Mas cobrar tudo de uma só vez, em um momento delicado que é a demissão, descontando do acerto que garante uma sobrevida econômica ao trabalhador, a meu ver é um ato abusivo que cabe ação trabalhista por dano moral e cobrança indevida. A empresa não quis descontar quando devia, parcelado, na folha de pagamento, e agora está descontando tudo de uma só vez na homologação. Entretanto, não há desrespeito direto à legislação e caberá à interpretação do juiz a decisão sobre o abuso da cobrança ou mesmo a cobrança.”
A advogada orienta a todos os empregados demitidos que primeiro assinem a homologação, pois não estará aceitando as condições impostas, apenas recebendo o que a empresa quer pagar. “Só depois da homologação, após resgatado o Fundo de Garantia e requerido o seguro-desemprego, aí então devem entrar com a ação quem achar que foi lesado com esses procedimentos. Senão o trabalhador ainda poderá ficar de seis a sete meses esperando o início da ação para ter o direito ao saque do FGTS.”
O Walmart foi questionado sobre esses procedimentos na cidade através de sua assessoria de imprensa, que de forma suscinta confirma irregularidades no procedimento:
“O Walmart informa que identificou um erro operacional do sistema no processamento da rescisão de alguns funcionários da loja de Marília. A empresa já está revendo esses casos e irá entrar em contato com os funcionários para notificá-los da correção da rescisão”.

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS