Buscar

Publicado em 5 de out de 2015 Narrativa de quem sobreviveu ao inferno comunista dos irmãos Castro em Cuba detalha o "modos operandis" da implantação do sistema comunista em Cuba e como ele pretende se espalhar por toda América do Sul.

Publicado em 5 de out de 2015 Narrativa de quem sobreviveu ao inferno comunista dos irmãos Castro em Cuba detalha o "modos operandis" da implantação do sistema comunista em Cuba e como ele pretende se espalhar por toda América do Sul.

Casamento entre três mulheres no Brasil

BRASIL - 
Artigo publicado em 28 de Outubro de 2015 - Atualizado em 28 de Outubro de 2015

Casamento entre três mulheres no Brasil repercute na França

No Le Figaro: "Três mulheres se casam legalmente no Brasil".
No Le Figaro: "Três mulheres se casam legalmente no Brasil".
Reprodução

RFI
Três semanas após ser oficializada em um cartório do Rio de Janeiro, a incomum união civil entre três mulheres ganhou grande repercussão na imprensa francesa. O fato é considerado a “História do Dia” no jornal Le Monde que chegou às bancas nesta quarta-feira (28) e ganhou espaço no suplemento feminino do diário Le Figaro da véspera, para quem o caso “coloca em questão o modelo familiar brasileiro”.

Esta é considerada a primeira união entre três mulheres já realizada no país. O relacionamento, que foi reconhecido em cartório, envolve uma empresária e uma dentista, ambas de 32 anos, e uma gerente administrativa de 34, e foi revelado pelo jornal O Globo no dia 11 de outubro. Elas constituíram uma união que inclui testamentos de bens e vitais.
Segundo O Globo, a ideia de se casar surgiu após a empresária ter resolvido que vai engravidar em 2016. Na certidão do nascimento do bebê, ela deseja ter os sobrenomes das três e dizem estar dispostas a brigar na Justiça para que esse desejo vire realidade. "A legalização é uma forma de a criança e de nós mesmas não ficarmos desamparadas. Queremos usufruir os direitos de todos, como a licença-maternidade", disse a empresária ao O Globo.
O jornal francês Le Monde ressalta que esta não é a primeira vez que uma relação a três é registrada no Brasil, lembrando o caso de um arquiteto, uma caixa de supermercado e uma auxiliar administrativa da cidade de Tupã, em São Paulo, que oficializaram sua união em 2012. O jornal francês lembra que o casamento entre pessoas do mesmo sexo não é permitido no Brasil, mas que a união civil é autorizada desde 2011, segundo uma interpretação do Supremo Tribunal Federal.
Idefinição jurídica
“Alguns cartórios deduziram a partir disso que outras famílias mais heterogêneas mereceriam a mesma proteção do Estado”, explica o Le Monde. Mas a união também é bastante questionada, como mostra o depoimento da advogada Regina Beatriz Tavares ao jornal francês: “Eles violam a lei. No Brasil, a poligamia não existe. Este registro é nulo e isso é muito grave”, afirma Tavares. Para ela, “o exagero de um lado acaba causando um excesso no outro”, referindo-se ao recente projeto de batizado de Estatuto da Família. Defendido pelo meio evangélico, ele pretende definir a família como casal constituído apenas por homem e mulher.
Já o jornal conservador Le Figaro diz que existe uma indefinição jurídica no Brasil, onde os tribunais ainda não criaram jurisprudência para validar ou anular este tipo de união “poliafetiva”. O diário também ressalta que 56,1% das famílias brasileiras já são parte de um modelo diferente do tradicional, seja com mães e pais solteiros, casamento sem filhos ou uniões entre pessoas do mesmo sexo. O Figaro afirma que não há estatísticas sobre as uniões entre mais de uma pessoa, mas que elas existem “em diversas grandes cidades brasileiras”.
TAGS: FRANÇA - CASAMENTO GAY - BRASIL - IMPRENSA FRANCESA

Quitanda Mineirão : A posição de maior consumidor mundial de produtos...

Quitanda Mineirão : A posição de maior consumidor mundial de produtos...: BRASIL -  Artigo publicado em 29 de Outubro de 2015 - Atualizado em 29 de Outubro de 2015 “O tempero preferido dos brasileiros são o...

Repensando o conceito de liberdade moderna




A cela ao lado

Minha liberdade
Vai dessa parede
Até aquela grade
Dessa prisão.

O outro,
O outro é outra cela ao lado.
Saio dessa prisão
Com as asas do espírito.

Nessa prisão tive muito tempo
Para repensar o conceito de prazer e liberdade.
Os outros me impõe condições
Porque os outros também possuem seus limites,
Parâmetros, liberdades, conceitos, fé e religião... Eu os aceito.

Eu também imponho condições aos outros
Porque eu também tenho identidade
E não me deformo ao sabor da vontade dos outros.

E por que a Igreja Católica
Tem que perder a sua identidade
Ao sabor das vontades sexuais dos outros?  

J.Nunez


Furação Patrícia

fonte: G1
O furacão Patricia, que atingiu a costa oeste do México na sexta-feira (23), começa a perder força horas depois de avançar pelo território mexicano neste sábado (24), mas ainda é "extremamente perigoso", segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. Os alertam permanecem.
O ciclone avançava pelo território do México em categoria 2 por volta de 4h da madrugada de sábado (24) horário de Brasília, com ventos de velocidade máxima estimada em 155 km/h, informou o Serviço Meterológico Nacional (SMN).
O furacão atingiu o México em categoria máxima, e já havia enfraquecido ao cair para a categoria 4 no início da madrugada de sábado (24) horário do Brasília, com ventos de velocidade máxima estimada em 215 km/h.
  •  
Jalisco, México
Por volta das 2h de sábado (24), horário de Brasília, o presidente do México, Enrique Peña Nieto, fez um pronunciamento à nação e pediu que os moradores permanecessem em alerta, pois eles "ainda não sentiram os impactos do momento mais perigoso do furacão".
O fenômeno chegou no estado de Jalisco na noite de sexta-feira (23), com ventos de até 270 km/h. Segundo comunicado da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês), o furacão atingiu as proximidades da cidade de Cuixmala, que fica a cerca de 85 km deManzanillo.
  •  
Presidente do México Henrique Peña Nieto faz pronunciamento à nação (Foto: Reprodução/www.gob.mx)
Presidente Enrique Peña Nieto faz pronunciamento
à nação (Foto: Reprodução/www.gob.mx)
Ao menos 6.333 pessoas estão desabrigadas e não há registro de mortes, informou no fim da noite de sexta-feira (23) o governador do estado de Jalisco, Aristóteles Sandoval, em sua conta no Twitter.
Em boletim divulgado na madrugada de sábado, o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) do México relatou que Patricia seguirá se movimentando sobre a terra, atingindo as localidades de Talpa de Allende, Ayutla, Gallinero, Atengo e Mixtlán, no estado de Jalisco.
"Se prevê que (Patricia) siga como um furacão intenso pelo restante da noite, provocando chuvas de intensas a torrenciais, além de violentas rajadas de vento e ressaca marítima nos estados do Pacífico Central", advertiu o órgão.O sistema de baixa pressão se encontra a 30 km a sudeste de Talpa de Allende e a 75 km a sudeste de Puerto Vallarta, em Jalisco, e avança rumo ao norte-nordeste a 31 km/h.
De acordo com o boletim, o ciclone pode trazer chuvas intensas e torrenciais aos estados de Michoacán, Colima e Jalisco.
Também pode levar chuvas intensas a Durango, Nayari, Zacatecas, Aguascalientes, Guerrero e Guanajuato, assim como precipitações muito fortes em Coahuila, Nuevo León, e San Luis Potosí, e fortes em Tamaulipas e Sinaloa.
O órgão meteorológico alertou à população sobre a possibilidade de deslizamentos em áreas montanhosas e de inundações em zonas mais baixas. Além disso, recomendou à população em geral e à navegação marítima um aumento das precauções por causa das chuvas, do vento e da ressaca marítima, e orientou que as pessoas devem estar atentas às recomendações das autoridades do Serviço Nacional de Defesa Civil.
As previsões indicam que Patricia seguirá perdendo força e, amanhã, às 10h de Brasília (7h locais) se transformará em tempestade tropical e estará localizado a 50 km ao leste de Valparaíso, em Zacatecas, com ventos constantes de 110 km/h e rajadas de 140.
FONTE:http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/10/furacao-patricia-enfraquece-mas-ainda-e-extremamente-perigoso.html

JORGE E MATEUS EM MARÍLIA

#MELEVA MARÍLIA - Jorge & Mateus - 25/10/15 - Marília - SP - TKINGRESSOS

Data do evento25/10/2015  
Abertura dos Portões17:00 h  
LocalGolden Palace  
Cidade / EstadoMarília / SP  


A Atriz Elizabeth Savalla volta a Marília com o espetáculo A.M.A.D.A.S

FONTE: JORNAL DIÁRIO


Elizabeth Savalla traz humor em Amadas

Espetáculo coloca em discussão algumas das questões mais importantes sobre a condição da mulher moderna

|

  • VElizabeth Savalla em cena do espetáculo A.M.A.D.A.S - Divulgação
Elizabeth Savalla em cena do espetáculo A.M.A.D.A.S - Divulgação
A Atriz Elizabeth Savalla volta a Marília com o espetáculo A.M.A.D.A.S - Associação de Mulheres que Acordam Despencadas. O monólogo tem texto de Regiana Antonini e direção de Luiz Arthur Nunes. Única sessão hoje, às 20h30, no Teatro Sagrado Coração.
O texto enfoca a via crucis de uma mulher que chega à meia-idade pressionada pelas demandas de uma sociedade cada vez mais fútil e superficial. A protagonista Regina Antônia expõe em uma reunião da A.M.A.D.A.S, suas inseguranças e angústias geradas pela impossibilidade de conservar o visual e o comportamento típicos da juventude a essa altura da vida.
Em entrevista, a atriz fala do espetáculo e da trajetória que soma 41 anos de carreira
A.M.A.D.A.S é uma associação para mulheres “despencadas”. Como a protagonista se encaixa nesse grupo?
- A Regina Antônia é mais uma mulher que um dia acordou despencada. O fenômeno do despencamento atinge a todas nós. Um dia você se olha no espelho e descobre que tudo caiu. Comigo aconteceu no meu aniversário de cinquenta e um anos. No dia anterior eu acordei e li meu jornal como sempre. No dia seguinte eu já não conseguia ler sem óculos. A peça fala sobre tudo que nos acontece com a chegada da meia idade.
Depois de interpretar tantas mulheres diferentes, o que a Regina Antônia traz de novo ou desafiador para você?
- O desafio maior está em que neste monólogo eu interpreto diversos personagens além da protagonista Regina Antonia. Na peça ela está completando 48 anos de vida e no dia anterior ao seu aniversário ela encontra uma amiga da época da adolescência. Exatamente aquela amiga que era a gostosona da turma, aquela que ficava com todos os gatinhos que todas queriam ficar. Aquela amiga que era três anos mais velha, mas que aparentava cinco anos mais nova e que agora, vinte anos depois, à custa de muito botox, silicone e academias de ginástica, parece ser de uma geração posterior à da protagonista. O embate entre as duas é muito rico e prazeroso para mim como atriz.
Cirurgias plásticas, botox, silicone. Você condena quem as faz? Já fez alguma? Existe algum limite para a vaidade?
- Eu não condeno nada, nem ninguém. Mas às vezes as pessoas exageram nos riscos que correm para ficarem mais bonitas. Eu fiz uma novela do Walcyr Carrasco chamada Sete Pecados em que eu interpretava exatamente o pecado da vaidade. Nesse período estive em contato com cirurgiões plásticos e um deles em especial me deixou apavorada com os riscos que se corre nesses procedimentos. Você pode ficar melhor mas também pode ficar muito pior.
Você tem uma atuação intensa na TV e no teatro. Como você faz para conciliar os trabalhos?
- Eu tenho feito uma novela a cada dois anos. Entre uma novela e outra eu intercalo meus espetáculos de teatro. Nos últimos dez anos eu tenho me dedicado ao projeto Teatro de Graça na Praça, onde eu apresento espetáculos ao ar livre, em praças públicas, em cidades do interior de São Paulo. É muito estimulante para um ator apresentar um espetáculo para milhares de pessoas na rua. Ainda mais quando se sabe que a maioria dessas pessoas nunca foram a um teatro.
O humor é um traço presente em toda a sua carreira. Que importância você atribui a essa característica?
- O humor aproxima as pessoas. Desde criança eu aprendi a debochar de mim mesma. Isso é uma grande vantagem, pois ninguém vai debochar de você quando você já faz isso naturalmente. Pra mim o humor é isso, debochar de coisas sérias de modo que as pessoas parem para pensar a respeito.
Principalmente neste momento que o país está atravessando. O povo precisa rir de alguma coisa, não é mesmo? Nem que seja de si próprio. E a peça faz isso. A peça mostra o ridículo a que se pode chegar para conseguir uma coisa que às vezes não tem nenhuma importância.

Copa São Paulo

Prefeitura dará todo apoio para Marília sediar um dos grupos da Copa São Paulo

Prefeitura dará todo apoio para Marília sediar um dos grupos da Copa São Paulo
Ao receber a diretoria do Marília Atlético Clube em seu gabinete na tarde desta quinta feira, o prefeito Vinicius Camarinha confirmou apoio total para que a cidade seja sede de um dos grupos da 47ª Copa São Paulo de Futebol Junior, a ser realizada entre 2 a 25 de janeiro de 2016.
O prefeito destacou ser uma honra receber a diretoria do MAC e que a Prefeitura dará toda a retaguarda para o evento. “O futebol, através do Marília Atletico Clube, continua sendo um grande divulgador da cidade e mobiliza toda a população. Além disso, o “Maquinho” é a porta de entrada para jovens que sonham com a carreira de jogador de futebol. É preciso incentivo total”, afirmou.
O presidente do Mac, Ednaldo Souza, agradeceu o apoio do prefeito Vinicius  e destacou que a Federação Paulista de Futebol está definindo as 26 sedes do eventos e os clubes participantes para depois efetuar o sorteio dos grupos. “Existe a possibilidade do Santos jogar em Marília. O Maquinho tem como base o sub-20 que realizou ótima campanha no campeonato paulista da categoria.  Estamos na expectativa de realizar ótima campanha” destacou
Poderão participar da competição, jogadores nascidos entre 1996 e 2000. O Corinthians, com nove títulos,  é o maior campeão da Copa São Paulo. Em 2015, venceu o Botafogo de Ribeirão Preto por 1 a 0.
O Maquinho foi campeão em 1979, vencendo o Fluminense por 2 a 1.
Assessoria de Imprensa
Fotos: Wilson Ruiz

Chuva na região

23/10/2015 08h26 - Atualizado em 23/10/2015 08h52

Chuva e ventania causam estragos em cidades na região de Bauru

Mais de 50 mil imóveis ficaram sem energia elétrica.
Avião precisou ser desviado devido a condições do clima Bauru.

Do G1 Bauru e Marília
Após dias com tempo seco, um temporal atingiu a região de Bauru (SP) na noite desta quinta-feira (22). As fortes chuvas e vento causaram estragos em várias cidades. Em Bauru, por exemplos, às 17h (no horário de verão) o tempo já estava escuro em pleno horário de verão. Com ventos de até 55 quilômetros por hora, várias árvores foram arrancadas.
Na Vila Lemos galhos ficaram espalhados pela rua Princesa Isabel (Foto: Reprodução/TV TEM)Na Vila Lemos galhos ficaram espalhados pela rua
Princesa Isabel (Foto: Reprodução/TV TEM)
Na Vila Lemos, galhos tomaram os dois lados de uma quadra na rua Princesa Isabel. Parte de um muro da escola Luiz Braga, no Jardim América, também foi derrubado por uma árvore. A energia ficou interrompida por várias horas. O trânsito também ficou complicado, já que alguns semáforos pararam de funcionar.
Um avião da Azul Linhas Aéreas que partiu de Marília (SP) com destino a Bauru teve que fazer um pouso forçado em São José do Rio Preto (SP) devido as condições do tempo. A mudança foi necessária para a segurança dos usuários.

A força do vento também surpreendeu moradores de Marília. Uma mesa foi arremessada e quebrou o vidro de uma faculdade.
Região

Em Santa Cruz do Rio Pardo(SP), várias telhas de zinco da cobertura dos pontos de ônibus foram levadas pela força do vento. Várias árvores também caíram.
Uma mesa foi arremessada e quebrou o vidro de uma faculdade de Marília (Foto: Divulgação/André Asa de Oliveira)Uma mesa foi arremessada e quebrou o vidro de uma faculdade de Marília (Foto: Divulgação/André Asa de Oliveira)
Na cidade de Jaú (SP), pelo menos cinco árvores foram derrubadas, segundo informações do Corpo de Bombeiros. Uma delas caiu em cima de um muro e outras no meio da rua. A fachada de alguns estabelecimentos comerciais também tiveram a estrutura danificada.
Quedas de árvores foram registradas em Jaú após forte chuva (Foto: Divulgação/Luizinho Andretto)Quedas de árvores foram registradas em Jaú
após forte chuva (Foto: Divulgação/Luizinho Andretto)
Sem energia
De acordo com a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), seis mil casas ficaram sem energia em Jaú. Além de Bauru, a estimativa da concessionária é de que nove mil clientes tenham sido afetados emBotucatu (SP) e outros nove mil em Garça(SP) e Ocauçu (SP).
Em Santa Cruz do Rio Pardo, Ourinhos (SP),Piraju (SP) e Taquarituba (SP) foram mais 16 mil clientes. Equipes trabalham desde a noite de ontem para restabelecer o serviço.
Chuva causou estragos em Bauru e cidades da região Centro-Oeste Paulista (Foto: Reprodução/TV TEM)Chuva causou estragos em Bauru e cidades da região Centro-Oeste Paulista (Foto: Reprodução/TV TEM)

Sarau do Saci na Oficina Cultural Tarsila do Amaral


Sarau do Saci na Oficina Cultural Tarsila do Amaral

Música, teatro, dança, poesia com diversos artistas de Marília e região. PROGRAMAÇÃO IMPERDÍVEL!
DIa: 29/10 - 18h

Local: Avenida Nelson Spielman, 593.
O Sarau do Saci abre espaço para música, poesia, prosa, contação de histórias e outras ações culturais dos artistas de Marília e região: o palco é livre! Idealizado pelo especialista em literatura e educação João Paulo de Souza, o Sarau do Saci terá, na edição deste ano, a participação especial da banda Pau de Arara Moderno.
Participação especial: Banda Pau de Arara Moderno com Poesia e música popular nordestina – baião, xote e xaxado – dão o tom da banda Pau de Arara Moderno, integrada por "El Joe" (percussão), Conrado Martins (flauta transversal), Vinícius Zurlo (violão e vocal), Bianca Xavier (triângulo), Alex Felix (zabumba) e Diego Dorte (sanfona).

Os estudantes brasileiros lideram o ranking de indisciplina na sala de aula.

Os estudantes brasileiros lideram o ranking de indisciplina na sala de aula. É o que sinaliza relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A pesquisa internacional sobre ensino e aprendizagem, conhecida pela sigla Talis, aponta que o mau comportamento prejudica as instruções dos professores e absorção de conteúdo.
Entre os 34 países que participaram do Talis em 2008 e 2013, são os docentes brasileiros que dizem gastar mais tempo para manter a ordem em sala de aula. Em 2008, eram 18%. Já em 2013, essa porcentagem subiu para 20%, quando a média internacional foi de 13% nos dois períodos.
Mais de 60% dos professores no país relataram ter mais de 10% de alunos com problemas de mau comportamento. Situação parecida acontece com o Chile e o México. Nos dois países, os professores também afirmaram enfrentar essas questões em sala de aula. Por outro lado, no Japão, pouco mais de 10% dos professores indicaram lidar com interrupções dos estudantes.
Todavia, segundo a pesquisa, a indisciplina é generalizada no Brasil. Ao contrário do que muitos poderiam imaginar, os números de estudantes com mau comportamento são quase os mesmos nas escolas públicas ou particulares. A diferença foi de apenas três pontos.
Menos tempo
Além das interrupções pelos estudantes, há outras fontes que atrapalham o desempenho no ambiente escolar como lista de chamada, informações da escola e reuniões. Essas atividades consomem ainda mais o tempo de aprendizado e nesse quesito o Brasil também aparece em primeiro lugar. O Talis 2013 mostra que é de 33%, na média, o tempo de não instrução relatado pelos professores brasileiros. A média é de 21% entre todos os países participantes.
Outro ponto importante mencionado na pesquisa é a carência desses profissionais. Com poucos disponíveis em sala de aula, o número de alunos por classe aumenta. O que torna o ambiente pouco favorável para o aprendizado.

A Oficina Cultural Tarsila do Amaral, em Marília (SP), está com mais de 500 vagas abertas para oficinas artísticas.

A Oficina Cultural Tarsila do Amaral, em Marília (SP), está com mais de 500 vagas abertas para oficinas artísticas. São 10 cursos nas áreas de literatura, teatro, música, fotografia, entre outras.
 “O objetivo dos cursos é fomentar a atividade cultural em Marília e região e fornecer novos conhecimentos artísticos, nas novas áreas artísticas. Queremos ampliar o público da área de cultura. A programação é bastante variada. Teremos, por exemplo, literatura no Sarau do Saci, que será realizado em outubro; música, através do ensino de técnicas de respiração; fotografia, com o ensino do programa de edição Lightroom; teatro e exposição e instalação artística”, contaa coordenadora da Oficina CulturalMilena de Mello.
Milena de Mello é coordenadora da Oficina Cultural Tarsila do Amaral em Marília (Foto: Reprodução/TV TEM)Milena de Mello é coordenadora da Oficina Cultural
Tarsila do Amaral em Marília (Reprodução/TV TEM)
Os cursos começam a partir de quarta-feira (21) e seguem até dezembro. A duração das oficinas depende do curso, assim como o número de vagas.  Todas as oficinas culturais são gratuitas e qualquer pessoa, a partir de 15 anos de idade, pode participar. Os interessados podem fazer quantos cursos quiserem, mas é necessário preencher uma ficha de inscrição pessoalmente na unidade.
A Oficina Cultural Tarsila do Amaral está localizada na avenida Nelson Spielmann, 593, Centro. Mais informações pelo telefone (14) 3453-5660.

Proposta de corte no Bolsa Família: Nordeste teme conviver novamente com a fome.

fonte: UOL
A proposta de cortar R$ 10 bilhões do orçamento 2016 do programa Bolsa Família não só desencadeou uma série de reações negativas de líderes políticos, como causou receio a beneficiários de cidades pobres do Nordeste, que temem conviver novamente com a fome.
Na terça-feira (20), o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), relator da lei orçamentária 2016, sugeriu o corte de R$ 10 bilhões no orçamento de R$ 28,8 bilhões do programa. Atualmente, o Bolsa Família atende a 13,9 milhões de famílias beneficiadas -metade delas são do Nordeste. Segundo Barros, o corte atingiria apenas aos beneficiários que têm outra renda. Já o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome diz que que os recursos estão "inteiramente preservados".
Entre os moradores de cidades em que a maioria da população depende do benefício, o clima é de apreensão. Nessa quarta-feira (21), o UOL visitou duas cidades pobres em Alagoas e percebeu que a proposta de corte foi o assunto principal do dia.

'Vai ter muita fome de novo'

Em Santa Luzia do Norte (a 46 km de Maceió), Sônia Alves, 31, passou o dia preocupada e conversando com as amigas sobre a proposta –ela soube pela TV. "Essa ideia foi uma coisa muito errada. Imagine como será a vida minha e de meu marido, que está desempregado? É pouco o valor, mas é importante pra gente, senão passava fome", afirmou ela, que ganha R$ 180 por mês de benefício.
Ao lado dela, a amiga Maria José Costa, 47, endossa o argumento, mas em tom de tristeza: "E a gente vai fazer o quê? Não podemos fazer nada. Mas Deus vai dar um jeito", disse a beneficiário de R$ 147 mensais. "Vai ter muita fome de novo, né? Muita gente vive disso, não tem como se sustentar sem esse dinheiro", completou Fernanda dos Santos, 30.

Revolta com a proposta

Já Gazi Batista da Silva, 43, revolta-se contra a possibilidade de perder os R$ 147 mensais que serve para seu sustento e de seus dois filhos. "Achei um horror! Dói na alma só de imaginar. Muitas famílias vão sofrer se isso ocorrer. Não deveriam cortar, nem reduzir, porque já é pouco", afirmou.
Com três filhos e mulher para sustentar, o desempregado Cícero da Silva, 36, recebe R$ 230 e diz que está com muito medo. "Quem não ficaria? O dinheiro nem dá para pagar todas as despesas, minha sogra ajuda. Espero realmente que não cortem porque é um benefício social muito importante. Quem falou em cortar não sabe o que é sofrer sem dinheiro", desabafou.
No município vizinho de Coqueiro Seco (a 47 km de Maceió), a apreensão é a mesma. Com R$ 260 por mês para criar três netos, Marilene Francisco, 55, afirma que um corte no benefício seria uma "tragédia" para o município. "Não tenho o que fazer, não está nas minhas mãos. Mas sei que se ocorrer, muita gente vai sofrer", afirmou.
A ameaça de corte assusta também que está tentando ingressar na lista de beneficiários. Grávida e com um filho de três anos, a jovem Carla Vanessa, 16, conta que vai dar entrada nos próximos dias com o pedido. "Espero que não neguem porque será muito importante. Hoje vivo aqui na casa da minha tia, que também depende do Bolsa Família. Sei como é importante para ela nos manter", explicou.
Para os comerciantes, um eventual corte do Bolsa Família significaria queda nas vendas. "Boa parte dos meus clientes são do Bolsa Família, se cortarem, vai cair muito. Sem contar que não vão ter como comprar comida", disse a dona de mercearia Maria José Costa, 47.

Ratinho diz que fechar Escolas em SP é pra melhora

Quitanda Mineirão : Folha de amora possui 22 vezes mais cálcio que o l...

Quitanda Mineirão : Folha de amora possui 22 vezes mais cálcio que o l...: Folha de amora possui 22 vezes mais cálcio que o leite !! Demorei para fazer essa postagem porque queria primeiramente me certific...

Quitanda Mineirão : Folha de amora possui 22 vezes mais cálcio que o l...

Quitanda Mineirão : Folha de amora possui 22 vezes mais cálcio que o l...: Folha de amora possui 22 vezes mais cálcio que o leite !! Demorei para fazer essa postagem porque queria primeiramente me certific...

Artistas e Intelectuais de Marília

O Artistas, Intelectuais e Grupos de Marília tem como objetivo mapear e ser um ponto de encontro da arte, dos artistas e dos grupos de Marília e região. Aqui também poderão divulgar seus trabalhos e eventos.
O grupo foi criado por José Nunes Pereira. 


https://www.facebook.com/groups/364980756879460/

Com queda no faturamento, Casas Bahia e Pontofrio fecham 31 lojas

Com queda no faturamento, Casas Bahia e Pontofrio fecham 31 lojas

Volume de vendas da empresa Via Varejo teve recuo de 22,7% no terceiro trimestre deste ano

 - Atualizado em 
Loja das Casas Bahia
A Via Varejo informou ainda que decidiu converter lojas da bandeira Pontofrio em lojas Casas Bahia(Luciano Amarante/VEJA)
A Via Varejo, empresa de eletroeletrônicos do Grupo Pão de Açúcar (GPA), encerrou o terceiro trimestre de 2015 com queda de 24,6% nas vendas ante igual período do ano anterior. O indicador considera apenas unidades abertas há mais de um ano. Já levando em conta a totalidade das lojas, a receita líquida da companhia dona do Pontofrio e das Casas Bahia caiu 22,7% entre julho e setembro ante os mesmos meses do ano anterior, para 4,095 bilhões de reais.
Diante do cenário de vendas fracas, a companhia informou que seguiu com seu plano de reestruturação e decidiu fechar 31 pontos de venda deficitários no período.
Foram fechadas 28 lojas do Pontofrio e 3 das Casas Bahia, segundo a empresa. O processo de fechamento de lojas já havia começado antes e, até julho, a Via Varejo já havia informado o fechamento de 19 lojas. Além disso, a empresa tem adotado um plano de redução de despesas, incluindo cortes em marketing, aluguéis, logística e pessoal.
A Via Varejo informou ainda que decidiu converter lojas da bandeira Pontofrio em lojas Casas Bahia. Foram 36 lojas convertidas até o momento. "A Via Varejo deve acelerar o plano de conversões visando um maior crescimento de vendas e rentabilidade", diz o GPA.
Fonte:http://veja.abril.com.br/noticia/economia/com-queda-no-faturamento-casas-bahia-e-pontofrio-fecham-31-lojas/

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS