Buscar

Vídeo: protestando da CUT diz que recebeu para protestar, mas não o porquê do protesto.



Milhares de pessoas foram às ruas nesta sexta-feira (13) em pelo menos 23 cidades e no Distrito Federal em defesa da Petrobras e da presidente Dilma Rousseff. Algumas delas, porém, relataram que receberam dinheiro para comparecer ao protesto.
De acordo com o Valor, militantes que estavam próximos ao prédio da Fundação Cásper Liberto, com um balão gigante da CUT nas mãos, disseram que receberam R$ 35 para participarem do ato.
O jornal mostra o caso de Edmilson Barbosa. Desempregado, ele viu na manifestação uma maneira de ganhar um extra. A reportagem também relata casos de pessoas contratadas que são imigrantes e não falam portugês.
A Folha de S.Paulo também noticiou que há relatos de manifestantes que disseram que receberam dinheiro para segurar os balões da central sindical.
Um dos personagens da reportagem diz que rebeceu, mas que não pode falar sobre isso. A Folha também noticou a presença de manifestantes não falam português, "supõem-se que sejam africanos ou haitianos".
À Folha, Mateus Silva, 18 anos, disse que recebeu R$ 50. Também desempregado, como Edmilson, o rapaz contou que saiu de Campos dos Goytacazes, norte fluminense, para participar do protesto no centro do Rio de Janeiro.
Sucesso
O presidente da CUT, Vagner Freitas, ficou satisfeito com o resultado dos protestos. De acordo com o G1, embora tenha defendido a presidente Dilma Rousseff, ele também cobrou redirecionamento da política econômica.
"Foi um sucesso extraordinário. Manifestação em todas as capitais pelo direito dos trabalhadores, pela democracia, contra qualquer tipo de retrocesso, em defesa da Petrobras como empresa pública e solicitando para o Brasil que nós tenhamos condição de crescer com uma política econômica voltada para o crescimento."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Seguidores Blog Cidade de Marília

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS