Buscar

Segundo a Secretaria da Educação do Estado na semana entre os dias 13 e 19 de março a média de comparecimento dos professores nas escolas estaduais ficou em 96%

fonte: Secretaria da Educação do Estado
A Secretaria da Educação do Estado informa que na semana entre os dias 13 e 19 de março a média de comparecimento dos professores nas escolas estaduais ficou em 96%. Os dados foram tabulados com base nos registros da Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos (CGRH). Foram contabilizadas todas as ausências - justificadas, injustificadas, abonadas e faltas médicas - e o índice de 4% de faltas está dentro da normalidade da rede estadual de ensino.

"Mais uma vez os professores mostraram seu compromisso com o ensino e compareceram às salas de aula. O direito de paralisação é legítimo, mas não pode se sobrepor ao direto inalienável de aprender dos mais de 4 milhões de estudantes. Por isso, reforçamos a importância de pais e responsáveis levarem seus filhos às escolas. As faltas pontuais, como de praxe, estão sendo repostas por meio de um banco de 35 mil professores substitutos, garantindo assim o funcionamento das unidades", afirma a subsecretária de articulação regional da Secretaria, Raquel Volpato.
Durante toda a semana, a Secretaria orientou suas 91 Diretorias de Ensino a circularem pelas escolas para prestar os esclarecimentos necessários aos pais, alunos e docentes. As visitas mostram que as atividades pedagógicas ocorreram nas unidades de ensino.
O diálogo, inclusive, é a base desta gestão. Apenas este ano foram realizados quatro encontros com representantes da Apeoesp e, além disso, a Secretaria mantém uma Comissão Paritária, formada por representantes do governo, sindicatos e outras entidades profissionais para discutir a carreira do magistério paulista.
Foi em conjunto com os servidores que o plano de carreira inédito foi materializado, e que estabeleceu aumento acumulativo de 45% em quatro anos e alçou o piso salarial paulista a patamar 26% maior do que o nacional. Os profissionais da Educação ainda podem conquistar o reajuste salarial anual de 10,5% por meio da valorização pelo mérito. E recebem bônus, também anual, pela melhoria do ensino nas escolas.
fonte: 

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS