Buscar

Os caminhoneiros estão se organizando para tomar as avenidas de Brasília até o fim da próxima semana.

greve dos caminhoneiros - Rumo a BrasiliaOs caminhoneiros estão se organizando para tomar as avenidas de Brasília até o fim da próxima semana. A marcha teve saída no Rio Grande do Sul. Em cada ponto de parada, os motoristas estão aderindo ao movimento. O objetivo é chegar ao Distrito Federal com pelo menos seis mil cavalinhos oriundos de todas as regiões do país.
“O movimento está ganhando força. Se a justiça mandar sair, saímos da rodovia, mas paramos em outro ponto. Só liberamos tudo quando nossos pedidos forem atendidos”, afirmou ontem um dos líderes do movimento em Umuarama, Aparecido Lembi. O caminhoneiro também ressaltou que estão ganhando a adesão de outros segmentos da sociedade.
Ontem, em cidades do Sudoeste do Paraná, no Rio Grande do Sul e no Mato Grosso do Sul, o comércio chegou a fechar as portas por períodos e a promover passeatas nas ruas a favor do movimento grevista.
Bloqueios – Em Umuarama, durante todo o dia, os grevistas fizeram pontos de bloqueio em dois pontos da PR-323, no trevo de entrada de Maringá e no trevo de acesso para Mariluz. Também permaneceu fechado a PR-482, que dá acesso à Paranavaí. Nem mesmo a chuva espantou os grevistas que prometeram manter o bloqueio durante a noite. O objetivo é parar os caminhões que estão circulando a noite, para driblar o movimento.
Já os caminhões retidos durante o dia, foram todos liberados. Havia muitas carretas com câmara frigorífica de laticínios, carne, caminhões com carga de gás de cozinha, além de produtos de hortifruti e combustível. O tráfego de carros de passeio, ônibus e ambulâncias foi feito normalmente.
Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, 15 pontos de bloqueio no Paraná já foram liberados. Entretanto, 47 estradas continuam fechadas. Em pontos, principalmente na região Noroeste do Estado, as pistas são liberadas a noite, o que permite que muitos caminhões sigam o seu destino.
Segundo Francisco Oliveira, encarregado do pátio de caminhões de empresa de estofados na cidade, da frota de 54 veículos, cerca de 20 estão parados nas estradas dos estados do Sul e Mato Grosso. Desde o início da semana o restante da frota está sendo mantida no pátio. Saída somente ao fim do movimento.
Tecnologia facilita mobilização de grevistas
O uso da tecnologia está facilitando a comunicação e a mobilização dos caminhoneiros participantes do movimento grevista. Com o uso de aplicativo como o WhatsApp e email, em celulares smarthefone e Iphone, a comunicação está sendo em tempo real, o que facilita a troca de informações e a agilização na decisão do que será feito pelo movimento.
Justiça do Paraná determina desbloqueio das rodovias em dois municípios
Justiça do Paraná determinou até o início da noite desta sexta-feira (27) a liberação de rodovias estaduais bloqueadas por caminhoneiros nos municípios de Sertanópolis e Ivaiporã. A decisão prevê multa de, no mínimo, R$ 5 mil por dia para os caminhoneiros que impedirem a passagem de veículos. Os pedidos foram feitos pela Procuradoria Geral do Estado do Paraná.
O procurador-geral, Ubirajara Ayres Gasparin, explica que novas liminares deverão ser expedidas até o final da noite. Ao todo, a PGE entrou com 27 ações pedindo a liberação das estradas. “A ação vale imediatamente após a intimação dos caminhoneiros e sindicatos. A tendência é que a Justiça reconheça os outros pedidos e até o começo da semana que vêm todas as rodovias estejam liberadas”, afirmou.
fonte:http://blogdocaminhoneiro.com/2015/02/greve-caminhoneiros-estao-marchando-a-brasilia-para-pressionar-governo/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Seguidores Blog Cidade de Marília

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS