Buscar

Pesquisar este blog

Construção dos apartamentos no Jardim Cavallari devem ser retomadas ainda em setembro.

CIBELE MARTINS

Após um ano de abandono, as obras dos apartamentos localizados no Jardim Cavallari, região oeste da cidade, devem ser retomadas ainda em setembro. A construção das 200 unidades ficou paralisada após calote da empresa mexicana Homex que descumpriu o contrato e prejudicou os clientes.
Ontem (4) a assessoria de imprensa da superintendência da CEF (Caixa Econômica Federal), em Bauru, responsável pelo financiamento dos apartamentos, informou que a contratação de nova empresa para continuidade dos empreendimentos já foi definida e as providências como aceitação aos termos junto à Seguradora da obra estão em fase final. O nome da empreiteira não foi divulgado. 
Ainda segundo a assessoria de imprensa do banco os mutuários serão informados em breve sobre os procedimentos de retomada das obras. 
As obras deveriam ter sido entregues em março do ano passado. A reportagem do Jornal Diário esteve no local ontem e não havia nenhum funcionário trabalhando, entretanto, o portão das obras que permanecia fechado até então estava aberto para acesso.
Cada bloco de apartamentos está em um determinado estágio que varia de 45% a 95% de obras concluídas. Muitas unidades já apresentam sinais de degradação, além do mato alto que toma conta dos terrenos, além disso, os apartamentos são alvo de furtos de fiação e outros materiais, fato relatado por moradores de residências próximas. De acordo com o último boletim de ocorrência registrado pela própria Homex o valor do prejuízo com os furtos chega a R$ 1,2 milhão. A taxa da obra - valor pago pelos proprietários durante a execução dos apartamentos - foi suspensa, porém, muitos clientes reclamam que tal suspensão ocorreu somente há cinco meses e não imediatamente após a paralisação das obras. Muitos dos mutuários gastaram mais de R$ 6 mil cada com a taxa da obra cobrada pela empreiteira.
Além do transtorno aos mutuários, a Homex também é alvo de centenas de ações trabalhistas em Marília. São R$ 400 mil em prejuízo referente a dívida com fornecedores de equipamentos, uniformes e alimentação. Alguns dos apartamentos já concluídos e entregues também apresentaram problemas na estrutura como de infiltração, gerando diversas reclamações dos moradores.



fonte:http://www.diariodemarilia.com.br/noticia/133869/caixa-anuncia-retomada-das-obras-de-apartamentos-abandonados-pela-homex

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS