Buscar

O fim do Brasil?

São Paulo - O analista financeiro Felipe Miranda esteve nos holofotes nos últimos meses. Sócio daEmpiricus Research, Miranda fez uma análise polêmica onde cravou: o fim do Brasil estará decretado caso a presidente Dilma Rousseff seja reeleita. 
A afirmação não agradou e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu a veiculação de dois vídeos promocionais criados pela consultoria que chamavam a atenção para um “iminente caos econômico”. Mais tarde, o TSE negou o pedido da coligação da presidente Dilma para multar a Empiricus.
Felipe Miranda lançou um livro nesta semana. O título “O Fim do Brasil” é o mesmo de um vídeo que teve mais de 14 milhões de visualizações na internet. Em entrevista ao siteExame.com, o autor fala sobre o livro e reflete sobre como o mercado deve se comportar daqui para frente.

Exame.com – Qual o objetivo com O Fim do Brasil?

Miranda - A tese do fim do Brasil é a de que, basicamente, antes de 1994 o país não tinha história. Não tinha histórico econômico. Não tinha padrão de consumo. Caía o salário e você corria para o supermercado para comprar o que dava. As regras mudavam sempre. Sem regras, não tem como existir investimento. Quem iria investir sabendo que o jogo podia mudar a qualquer hora? Só em 94, com o surgimento do real e a estabilização da moeda, nasce um Brasil. Você dá confiança na sua moeda, controla a inflação, e as pessoas finalmente passam a consumir. E o empresariado, percebendo que o plano deu certo, começa a investir. Os anos de 94 até 99 são a infância do plano real. Em 99, com a adoção do tripé macroeconômico (regime de metas de inflação, fiscais e pelo câmbio flutuante) surge a maturidade do real. Só que vinte anos após o surgimento do real as coisas mudaram dramaticamente. O processo começou em 99 com a crise do setor externo e culminou em setembro de 2008, com a quebra do Lehman Brothers. A partir daí, o governo adotou uma série de medidas para tentar reduzir os impactos da crise. Mas é uma política fiscal gastona que acaba ferindo os três pilares do tripé. São medidas desajustadas. O Brasil começa a morrer por causa da nova matriz econômica. 

Exame.com - Mas é possível que o investidor se proteja diante deste cenário? 

Miranda - O livro aponta um diagnóstico do cenário e uma série de medidas para tentar se proteger. Talvez, não é possível que o investidor saia 100% blindado, mas existem maneiras de proteger os investimentos.
Exame.com – Dilma, Marina e Aécio. Em linhas gerais, como a bolsa brasileira deve se comportar em cada um dos três cenários?
Miranda - Neste momento, não tem diferença nenhuma entre Marina e Aécio. Se percebeu que a política econômica de Marina é muito parecida com a do Aécio. O mercado não olha Aécio ou Marina. O mercado olha Dilma e não-Dilma. Com a Dilma é queda forte da Bolsa, com algo em torno de 45 mil pontos - esse era o nível que a Bolsa estava quando a oposição começou a ganhar espaço. Talvez, agora seja até menos, porque há dois novos elementos: a sinalização de que o Fed pode subir os juros antes do previsto e a queda forte do minério de ferro. Com isso, a Bolsa pode ir até 42 mil pontos. Com a oposição, o cenário seria de alta. Com Marina ou com Aécio, a Bolsa poderia ir de 75 mil pontos até 80 mil pontos.

Exame.com – Você enxerga Marina e Aécio como a mesma coisa? 

Miranda - A distinção viria quando o jogo começasse para valer. O Aécio é mais claro na forma em que pensa. Eu não sei se no momento de crise, o PSB teria sustentação para manter de fato esta politica econômica ortodoxa. É mais do que isso. É como seria a governabilidade de Marina. Existem questões que não podem ser respondidas agora. Como ela vai lidar com o investimento em infraestrutura em relação às barreiras ambientais? E como se resolverá questões do setor elétrico que também são sensíveis a isso? Também tem a questão do agronegócio. Embora o peso do agronegócio em Bolsa não seja tão grande. E aqui não é uma questão de maniqueísmo. Mas sim a que custo ela tomará atitudes.

Exame.com – Existe um candidato mais saudável para o mercado?
Miranda - O mercado tem maior alinhamento histórico ao Aécio. Mas neste momento, não acho que haja distinção. O mercado está avaliando a condição Dilma ou condição não Dilma. A rota com o Aécio tende a ser no longo prazo mais favorável ao mercado. É a primeira vez na história que uma petrolífera sobe com a possibilidade de eleição de uma ambientalista.

Exame.com – Falando nisso, a Petrobras chegou a subir 107% de março para cá. Existe racionalidade dentro desta alta?
Miranda - A Petrobras estava bem penalizada. O mercado está exagerando, faz parte do jogo. Existe racionalidade sim. A racionalidade é que este governo destrói valor para a Petrobras. Com a possibilidade de outro governo que gera valor ou destrói menos, a ação se valorizou. Houve um movimento técnico também. Muita gente estava vendida em Petrobras e tinha que cobrir posições short, quando começou a subir você stopa, então isso gerou uma pressão compradora. Somado a isso, teve uma melhora no quadro de produção da empresa.

Exame.com - Mas a ação da Petrobras está cara?

Miranda - As ações estão caríssimas. Eu não sou comprador de Petrobras. A ação deveria refletir um valor esperado de 50% de chance de Marina e 50% de chance para Dilma. Isso daria um preço. As cotações de hoje estão dando 30% para Dilma e 70% para a oposição. As cotações deveriam estar mais baratas dentro deste jogo de probabilidade. 

Exame.com - Então o mercado está precificando muito mais a oposição no poder?

Miranda - No caso de Petrobras, eu entendo que sim.

Exame.com – E se a Marina ganhar, a Petrobras dispara ainda mais? 

Miranda - No primeiro momento sim, por causa do aumento de preço da gasolina. Mas algumas questões devem ser analisadas. Há de se lembrar que uma ambientalista estaria sendo eleita. Uma ambientalista não é amigável aos combustíveis fósseis. Esta incerteza de como será o governo dela é uma faca no pescoço. Isso gera uma incerteza grande. E o mercado não gosta de incertezas.

Exame.com - Mas o cenário eleitoral ainda está muito indefinido. Como a Empiricus tem observado essa corrida?

Miranda - Neste momento, a percepção é que a Marina goze de uma força maior para competir com a Dilma em um segundo turno. Mas este cenário pode mudar. Parece que a Dilma prefere enfrentar o Aécio do que a Marina. Porque é mais fácil. Por causa do discurso maniqueísta. Não rola bater em quem é mais pobre do que você. 

Exame.com – Como será 2015 para o mercado?

Miranda - Será um ano desafiador. Será muito difícil, independente de quem estiver na presidência. O Fed subirá a taxa de juros, veremos alguns preços represados subirem no Brasil, o que adicionará dois pontos percentuais à inflação. Mesmo com a oposição na presidência é difícil que a Bolsa se mantenha em 75 mil pontos. Estamos com problemas herdados dos governos anteriores. Em maio, eu começaria a botar as “barbas de molho.” O investidor tem que monitorar. Se a Bolsa está em 40 mil pontos, ele pode comprar empresas formidáveis a preço de banana. 

Exame.com - Deixando a questão eleitoral de lado, a ação da Vale está em queda acentuada em 2014. O que dá para esperar das ações da mineradora?

Miranda - A Vale tem refletindo a queda do preço do minério de ferro, que esta semana bateu abaixo de 80 dólares por tonelada. Isso tem a ver com questão sazonal, o ano passado também caiu. Eu não estou otimista com a Vale para o curto prazo devido ao cenário de dólar para cima. Mas a Vale observa vantagens competitivas muito interessantes - o que a permite uma rentabilidade mesmo nestes níveis. Para o investidor de médio ou longo prazo, dá para considerar comprar Vale. Mas para o curto prazo ainda é bastante desafiador. A dica é ir comprando aos poucos.

RESULTADO BAURU CAP - 28-09-2014

Clique para Imprimir o Resultado

Duster + 20 mil - Mineiros do Tiête 


Notícias: Educação, Escolas e Professores: Concurso Professores Sesi

Notícias: Educação, Escolas e Professores: Concurso Professores Sesi: Observação: Parece que foi  cancelado, mas reabrirá em  breve (motivo eleições/Skaf )









Notícias: Educação, Escolas e Professores: Presidente Dilma fala do fim das disciplinas de fi...

Notícias: Educação, Escolas e Professores: Presidente Dilma fala do fim das disciplinas de fi...: Dilma fala do fim das disciplinas de filosofia e sociologia no ensino médio














Proposta de 13° salário para os beneficiários do programa Bolsa Família.



candidato da Frente Popular (PT-PV-PSB-PCdoB) ao governo do Rio de Janeiro, senador Lindberg Farias (PT), pretende, se eleito, criar o 13° salário para os beneficiários do programa Bolsa Família, que será pago em dezembro. Pela proposta, só terá direito ao complemento salarial a família que tiver, entre seus membros, uma pessoa cursando o ensino técnico e profissionalizante. "Desse modo, estaremos criando uma porta de saída para o programa", afirmou.
Lindberg Farias falou sobre a ampliação do Bolsa Família neste sábado, 27, durante campanha em Santa Margarida, no bairro de Campo Grande, Zona Oeste do Rio. O candidato chegou à Praça do Redondo em uma carreata, que percorreu algumas ruas do bairro. Depois, o candidato realizou uma caminhada, posou para fotos, conversou com moradores e comerciantes e reforçou suas propostas.
A precariedade do serviço de saúde foi um dos principais problemas que o candidato ouviu dos moradores. Lindberg disse que pretende contratar médicos, sobretudo especialistas, para melhorar o atendimento, bem como implantar um plano de cargos e salários para os profissionais dessa área.
Lindberg fez um rápido discurso em que agradeceu o empenho da militância e pediu apoio nesta reta final da campanha. "Dá para ganhar muito voto nesta fase, ainda temos muitos dias pela frente", disse, ao lado das deputadas federais Benedita da Silva (PT) e Jandira Feghali (PCdoB), que disputam a reeleição; de Fabiano Horta, candidato do PT a deputado federal; de Rosângela Zeidan, candidata a deputada estadual; e do vereador Edson Zanata, liderança petista da Zona Oeste.

Bomba-relógio prestes a explodir espalha tensão na campanha PT - TVEJA - Vídeo - VEJA.com

Bomba-relógio prestes a explodir espalha tensão na campanha PT - TVEJA - Vídeo - VEJA.com

criação de 1.100 novas vagas, na faixa etária de 0 a 3 anos” EM CRECHES de Marília


Prefeitura anuncia 1.100 novas vagas em crechesA prefeitura lança nesta quinta-feira, ás 14h30, no auditório da Prefeitura Municipal o programa “Mais Creches”. “Será o maior programa de creches de Marília, com a criação de 1.100 novas vagas, na faixa etária de 0 a 3 anos” destacou o prefeito Vinicius.
Atualmente, a cidade possui em funcionamento, com a finalidade de creche, as Emeis “Irmão Maurício” (Cascata), “Mãe Cristina” (Rua Coronel José Braz) , “Favo de Mel” (Castelo Branco), “Nossa Senhora da Glória” (Zona Sul), “Saci Pererê” (Jardim Alvorada), “Curumim” (centro) e “Meu Anjo” (Vila São Miguel). No total, são 700 vagas.
Incluindo a Emei “Meu Anjo”, que acaba de ser inaugurada, o programa prevê novas oito creches e 1.100 vagas:
Zona Norte: Marina Moretti, Santa Antonieta, Vila Barros e Altos do Palmital.
Zona Sul: Nova Marília II.
Zona Oeste: Califórnia, Cavallari e São Miguel(Meu Anjo).
As Emeis Colibri, na Vila Barros, e do Jardim Califórnia já estão em adiantado ritmo de construção. Recentemente, Vinicius inaugurou a remodelação da Emei “Nossa Senhora da Glória”, aumentando a capacidade 70 para até 150 crianças. Além disso, foi implantada a primeira sala de amamentação em escola do Brasil. A segunda, foi na Emei “Meu Anjo”. “Estamos criando 1.100 novas vagas, passando de cinco para 13 creches. Isso vai proporcionar uma condição social melhor para a população. Nessas creches, com uma infra estrutura excelente, os pais terão onde deixar as crianças e com isso, trabalhar, melhorando o orçamento doméstico”, afirmou o Vinicius.
A secretária da Educação, Fabiana Cruvinel, destacou o empenho do prefeito para a construção dessas creches. “Ele nunca diz não. Por isso, esse grande programa será plenamente possível. Além dos recursos da Prefeitura, Vinicius obteve também investimentos junto à União e governo do Estado”, disse Fabiana.


Assessoria de Imprensa
Fotos: Wilson Ruiz

Inscrição para o “Mais Casas”

EMPRESA DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITACIONAL DE MARILIA
Av. das Esmeraldas, 05 - Tangará - CEP 17516-000
Telefone: (14) 3402-1000

HABITAÇÃO

Cadastros

Data: de 22/09/2014 a 24/10/2014.
Horário: 09:00 às 17:00
Local para cadastramento presencial: Espaço Cultural

ATENÇÃO!
INFORMAÇÕES IMPORTANTES!

ORIENTAÇÕES PARA O CADASTRO

  • Não estar cadastrado no CADMUT, ou seja, não ter propriedade de qualquer natureza;

  • Não ultrapassar a renda familiar bruta estabelecida, que é de R$ 1600,00 (Hum mil e seiscentos reais);

  • Não pode ter sido proprietário de um imóvel financiado anteriormente, em qualquer local do país, em qualquer época, mesmo que já tenha sido transferido para terceiros;

  • Não estar inscrito no CADIN - Dívidas Fiscais - União;

  • Não ser empregado da Caixa, assim como seus respectivos cônjuges;

  • Morar no município de Marília no mínimo 3 (três) anos;

  • Ter mais de 18 (dezoito) anos na data do cadastramento, seja titular ou cônjuge;

  • Ter a sua situação civil regularizada;

  • Não é necessário estar com o nome "limpo", ou seja, pode ter seu nome cadastrado no SPC/SERASA.
CADASTRO: 

Um bilhete redigido por uma professora para cobrar empenho de uma aluna de 13 anos virou caso de polícia em Caxias do Sul

Um bilhete redigido por uma professora para cobrar empenho de uma aluna de 13 anos virou caso de polícia em Caxias do Sul, Serra do Rio Grande do Sul. A nota colocada na agenda da estudante informava a família sobre a não realização da atividade em sala de aula. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, a mãe da menina se revoltou com o recado e procurou uma delegacia para registrar queixa contra a educadora.
Secretária de Educação, Marléa Ramos Alves, conversou com a mãe (Foto: Arquivo pessoal)
Secretária de Educação, Marléa Ramos Alves,
conversou com a mãe (Foto: Arquivo pessoal)
Em nota, a pasta esclareceu nesta terça-feira (23) que o impasse acabou sendo solucionado na semana passada. A mãe foi chamada para uma conversa particular com a secretária de Educação, Marléa Ramos Alves, que conseguiu convencê-la a retirar a queixa, registrada no mês passado. Os nomes da instuição de ensino e dos envolvidos na polêmica não foram divulgados.
"O poder público reiterou a defesa do direito e do dever do professor de desenvolver suas atividades com autonomia, respeitando os critérios e princípios de convivência. A mãe, por sua vez, compreendeu a importância do diálogo, a fim de evitar a judicialização na rede municipal de ensino", diz a nota. Os nomes da instituição de ensino e dos envolvidos na polêmica não foram divulgados.
FONTE:http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2014/09/mae-registra-ocorrencia-policial-contra-professora-que-cobrou-aluna-no-rs.html

Concurso Público Marília

A Prefeitura Municipal de Marília, por meio da Secretaria Municipal da Administração, torna público que será realizado Processo Seletivo Simplificado para a contratação de Monitor de Unidade de Abrigo, por tempo determinado, nos termos do artigo 17, parágrafo 1º, inciso VI e parágrafo 2º, inciso III, da Lei Complementar nº. 11, de 17 de dezembro de 1991, modificada posteriormente e que será regido pelas disposições deste Edital:

http://www.personacapacitacao.com.br/arquivos_site/arquivo51b53c462ac3da3f3516.pdf 

Projeto "Água: conhecimento para gestão" - Marília



Eloiza Dal Pozzo e Vanessa Peron
Comunicação - Projeto "Água: conhecimento para gestão"
Fundação Parque Tecnológico Itaipu - Brasil







Projeto de educação, comunicação, mobilização e participação social para promover a boa gestão dos recursos hídricos.
Começou! Nesta semana a equipe do Projeto, em parceria com a Web Rádio Água, está em Marília (SP) para ofertar mais uma capacitação! A turma desta semana faz parte do Comitê de Bacia do Paranapanema, que fará o curso "Elaboração de spots de rádio e manuseio de plataforma web rádio". Boa aula pessoal! — em DAEE BPP Marília .

Assessoria no local
Contato: Eloiza (45) 9924-9541

CONTATOS BLOG CIDADE DE MARÍLIA

Editor: José Nunes Pereira

Contatos:

Fone: (14) 34143312

LOCAL: Marília Doces e Salgados

Rua: Carlos Rodrigues de Oliveira, 156 

Marília-SP

Vídeo dos professores fazendo sexo sobre as carteiras de uma sala de aula foi gravado por um aluno de 16 anos - Bauru (SP)

Dois professores foram afastados após serem filmados por um aluno fazendo sexo dentro de uma sala de aula na escola Padre Antônio Jorge de Lima, em Bauru (SP). O fato aconteceu no dia 2 de setembro, mas só veio à tona esta semana, depois que a Polícia Civil recebeu a denúncia de um abuso sexual coletivo contra uma menina de 11 anos na mesma escola.
O vídeo dos professores fazendo sexo sobre as carteiras de uma sala de aula foi gravado por um aluno de 16 anos, que deixou a câmera do celular ligada dentro mochila durante o intervalo. De acordo com o pai do garoto, que pediu para não ser identificado, dias antes o menino tentou entrar na sala durante o recreio, mas foi impedido pelo professor.
"Ele e os colegas acharam estranho o comportamento do professor e a permanência dele na sala de aula durante o intervalo. Você sabe como são os adolescentes, colocaram a câmera e deixaram filmando. As cenas gravadas são dignas de um filme pornô", afirma o pai do aluno.
O professor dá aulas de filosofia e sociologia e a professora ensina português. No intervalo, os dois se trancaram na sala de aula onde o vídeo foi gravado. "As cenas são fortes. Quando a professora entra na sala, eles utilizam duas carteiras contra a porta para impedir a entrada de terceiros na sala. Em seguida, começa a sessão de sexo explícito que dura mais de 20 minutos", diz o pai.
Após tomar conhecimento do fato, o pai procurou a direção da escola para denunciar os professores. O caso foi encaminhado para a Diretoria Regional de Ensino, que decidiu suspender os dois educadores.
Uma professora que não quis se identificar disse temer que a escola venha a sofrer uma enxurrada de pedidos de transferência. "O problema é que agora os pais e, até mesmo o alunos que não sabem quem são os professores, nos olham com desconfiança", afirma.
O pai de uma aluna que também procurou a Diretoria de Ensino informou que pretende transferir a filha para outra escola. "Minha filha não vai mais estudar lá, nem que eu tenha que entrar na Justiça para conseguir vaga em outra escola da cidade", afirmou.
Em nota, a Diretoria Regional de Ensino de Bauru informou considerar inadmissível o ato que envolveu dois professores da Escola Estadual Padre Antônio Jorge Lima, e já decidiu pelo afastamento dos docentes. Um processo administrativo foi aberto e pode resultar na demissão dos envolvidos.
Além deste caso, a Diretoria Regional também acompanha a denúncia da menina de 11 anos que teria sofrido abuso sexual por seis colegas, de 11 a 13 anos, durante o horário de aula. "A partir da próxima semana, a gestão da unidade será reformulada, uma vez que a diretora não estará mais no cargo. Nesta semana, a escola passou a contar com mais funcionários para monitorar os alunos", diz a nota.

FACEBOOK - CIDADE DE MARÍLIA



FACEBOOK - CIDADE DE MARÍLIA

https://www.facebook.com/CidadeMarilia

Poeta José Nunes Pereira https://plus.google.com/111615908546863732332/posts

JOSÉ NUNES PEREIRA POETA
Trabalha em JORNALISTAS
Frequenta fundação Eurípides Soares da Rocha - Univem
Mora em Marília SP
                                    118 seguidores|2.226.590visualizações   

 https://plus.google.com/111615908546863732332/posts





Sorteio do programa municipal de habitação ‘Mais Casas’

</script>
FABIELE FORTALEZA


Interessados em participar do sorteio do programa municipal de habitação ‘Mais Casas’, em parceria com o ‘Minha Casa Minha Vida’, podem obter informações até sexta-feira (19) em uma tenda da Emdurb (Empresa de Desenvolvimento Urbano e Habitacional de Marília), localizada na rua Nove de Julho, em frente ao Terminal Rodoviário Urbano. A princípio serão construídos em parceria com a prefeitura de Marília 816 apartamentos no Condomínio Residencial São Bento, próximo ao Sest/Senat, zona sul. 
Para participar do sorteio é necessário não ultrapassar a renda familiar bruta de R$ 1,6 mil. O interessado não pode estar inscrito no Cadmut (Cadastro de Mutuários), ou seja, não ter propriedade de qualquer natureza; não ser empregado da Caixa Econômica Federal, assim como os cônjuges; morar em Marília, no mínimo há três anos; ter mais de 18 anos e ter a situação civil regularizada. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3402-1000.
As inscrições estão programadas de 22 de setembro a 24 de outubro, no Espaço Cultural, das 9h às 17h ou pelo site www.emdurbmarilia.com.br. Os documentos necessários para a inscrição são RG e CPF; NIS, PIS ou PASEP; comprovante de residência e comprovante de renda (caso seja registrado). Pessoas autônomas também podem se cadastrar. O sorteio será realizado no início do próximo ano.  
Segundo Glaucia Elaine Baio Guijo, encarregada de habitação da Emdurb, cerca de 20 mil famílias devem se cadastrar para a primeira etapa do empreendimento. 
“Esta é a primeira etapa. Mas já há previsão para a construção de dois núcleos de casas em Padre Nóbrega, sendo um com 1,1 mil unidades e mais 600 apartamentos na zona oeste de Marília”, informou. 
A terraplanagem onde será construído o residencial já foi iniciada, entretanto, ainda não há previsão para entrega dos imóveis. Os apartamentos possuem dois dormitórios, cozinha, sala, banheiro e uma vaga para garagem. A área de lazer vai contar com quiosques para churrasqueiras, playground, salão de festa, quadra poliesportiva, área verde e portaria 24 horas. O programa financia o imóvel em até 120 meses com parcelas entre R$ 25 a R$ 80, dependendo da renda. 
O auxiliar de pedreiro, José Antônio Gonçalves de Freitas, 37, viu no programa a oportunidade de sair da casa dos pais. “É algo muito bom. Somente dessa forma poderei comprar a minha casa própria”, afirmou.

fonte: Jornal Diário 

Notícias: Educação, Escolas e Professores: Polícia Civil investiga uma suspeita de abuso sexu...

Notícias: Educação, Escolas e Professores: Polícia Civil investiga uma suspeita de abuso sexu...: A Polícia Civil investiga uma suspeita de abuso sexual envolvendo crianças dentro de uma escola estadual de Bauru (SP). Segundo a ...







Exposição “Grandes Artistas de Marília”

Fonte: Jornal Diário de Marília 

foto Aloísio Dias 
Em parceria com a Secretaria de Cultura de Marília, o Mapa (Museu de Arte Primitiva de Assis) “José Nazareno Mimessi” recebeu no último dia 11, às 10h uma exposição coletiva de 30 importantes artistas plásticos de Marília. A mostra permanece aberta para visitação até o dia 10 de outubro.
A exposição, que é itinerante e leva o nome “Grandes Artistas de Marília”, já esteve em cartaz no Marília Shopping e na Galeria Edith Santos em Garça. Depois de Assis seguirá para outros municípios, devendo chegar até o final do ano em Embu das Artes, a convite do Coordenador Paulo Dud.
O convite partiu de Marcos Antônio Maroubo à assessora técnica da Secretaria da Cultura de Marília, Denise Campos Justino e ao artista Sérgio Doretto, um dos curadores, que imediatamente aceitaram.
“São obras de técnicas e estilos diversificados, que possibilitam uma visão geral sobre a produção artística nas Artes Visuais na cidade de Marília. A exposição mostra a importância de abrir portas para que possamos mostrar o que é produzido internamente, favorecendo a troca de experiências e possibilitando intercâmbios, como a do artista Aloísio Dias da Silva que esteve em cartaz naquele Museu”, disse a Secretária da Cultura, Taís Vanessa Monteiro.
Os artistas que estão expondo as cerca de 50 obras são: Alessandra Piai, Alison de Sando, Aloísio Dias da Silva, André Franco, Angela Caprioli, Braz Alécio, Celso Ribeiro, Cinara Matiotti, Claudio Dutra, Cleusa Novak, Eliana Trevizo, Heraldo Bertonha, Iara Regina A. Feltrin, José Carlos Coutinho, Juracy Néris, Lidiane Ortega, Lourdes Pereira, Maria Neusa C. Silva, Nael Campos, Raphael Dutra, Rita Magnani, Roberta Pauli, Sérgio Doretto, Solange Volpi, Sonia Bassalobre, Sônia Lombardi, Sônia Salutti, Taís Monteiro, Wanda Menezes e Wania Lombardi. Simultaneamente haverá uma mostra paralela com obras de Edmilson Rodrigues - Mikita e Marcos Lourenço, artistas de Assis que foram convidados. 
Escolas interessadas devem fazer contato através do telefone 3324-5874 com Marcos Maroubo que convidará um dos artistas para monitorar a visita.
O Mapa (Museu de Arte Primitiva de Assis “José Nazareno Mimessi”), uma das unidades da FAC, fica à rua Antônio Zuarte, 895, Vila Operária, Assis.

Concurso “Agora Você Canta 2014”

FONTE: JORNAL DIÁRIO DE MARÍLIA 
Após grande sucesso na primeira edição, a Prefeitura de Marília, através da Secretaria Municipal da Cultura, abriu as inscrições para o concurso “Agora Você Canta 2014” Revelar talentos e incentivar os músicos locais são os objetivos do Concurso, onde os artistas marilienses poderão soltar a voz e concorrer a prêmios.
As inscrições, gratuitas, poderão ser realizadas até 2 de outubro na Secretaria Municipal da Cultura (Rua Lupércio Garrido, 44), de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 14h às 17h e também no Espaço Cultural e de Lazer “Ezequiel Bambini” (Avenida Sampaio Vidal, em frente ao Senai), nos mesmos horários.
Os cantores interessados deverão ser maiores de 18 anos, residentes e domiciliados na cidade de Marília e seus distritos. Ressaltando que o candidato deverá comparecer pessoalmente para realizar sua inscrição, munido de xerox do RG, CPF e de comprovante de residência. A apresentação do músico deverá ser obrigatoriamente na região da cidade em que ele reside. 
A pré-seleção acontecerá no Auditório Municipal “Professor Octávio Lignelli”, nos dias 3 e 4 de outubro.  Após a pré-seleção, o concurso será realizado em três fases, sendo que a primeira será composta de quatro eliminatórias que serão realizadas em quatro pontos da cidade (Zonas sul, leste, oeste e norte); já a segunda (semifinal) e a terceira fase (final) serão realizadas na região central. (veja as datas das etapas abaixo).
Os primeiros quatro colocados receberão premiação em dinheiro (1º lugar - R$ 5.000,00; 2º lugar - R$ 3.000,00; 3º lugar - R$ 1.000,00; 4º lugar: R$700,00) e participarão da gravação de um CD promocional, em parceria com a Gravadora Allon Produções Musicais. 
Segundo a Secretária Municipal da Cultura, Taís Vanessa Monteiro, este tipo de incentivo é fundamental para o fomento à cultura. “Além de descobrirmos talentos, com o concurso musical valorizaremos o artista com premiação em dinheiro e com a gravação de um CD. A primeira edição do agora Você Canta foi um grande sucesso e envolveu os artistas e população, com grandes apresentações e excelentes cantores. Neste ano daremos continuidade a este maravilhoso projeto, com a versão 2014, revelando talentos e incentivando os nossos músicos”, explica a titular da pasta. 
Outras informações sobre “Agora você Canta 2014” podem ser obtidas pelo telefone 3402-6600.

Blogs

Postagens mais visitadas

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS