Buscar

A Copa do Mundo de 2014 deveria ser o marco de uma construção de outra identidade nacional.

Repensando a Identidade Brasileira

Os alemães com muito respeito, com muita elegância
Não só derrotou o Brasil no futebol, como também nós obriga
A repensar a nossa identidade cultural.

Eles vieram para cada,
E não temos o que mostrar,
A Chevrolet é deles,
A Ford é deles,
A Fiat é deles,
A Nestlé é deles,
A Coca- Cola é deles,
A Volkswagen é deles,
O McDonald é deles,  
As multinacionais são deles...
Até o futebol é deles,
O Google é deles,
O Samba! Veja o que fizemos com a nossa e herança africana!
Tempo o Índio para apresentar como espetáculo exótico.
Eles têm a “Grande Música” a cultura refinada,
Os grandes gênios da humanidade são deles,
Eles não xingam o Presidente na frente dos convidados,
Eles não vaiam o Hino Nacional dos visitantes,
Eles têm mulheres lindas e bem cuidadas,
Eles não jogam lixos nas ruas...


Sim! Temos algumas coisas para mostrar,
Mas a televisão preferiu apostar na identidade estereotipada e alienadora,
Apostaram na bunda no peito e na dança que faz tudo sacudir,
Na nossa hospitalidade, de alguém que não assumiu
A sua própria casa, na nossa simpatia de serviçal...

A partir do Modernismo Brasileiro até a Copa de Cinquenta
Construímos uma identidade nacional,
Que agora deve ser repensada com muito cuidado...

A Copa do Mundo de 2014 deveria ser o marco
De uma construção de outra identidade nacional,
Sem os velhos estereótipos alienadores...

Torcer pelo Brasil mostrou muito mais do que pensamos,
Comprovou que somos avacalhadores
Isso porque não assumimos, nada, 
Não pertencemos a lugar nem um, 
Nossa casa é o puteiro do mundo.
Somos colonos e colonizadores dentro de nosso próprio país.  

Albano Morais
J.Nunez



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS