Buscar

Polícias de Marília ficarão centralizadas no antigo prédio da Antártica



FABIELE FORTALEZA



A partir de julho todas as delegacias especializadas e distritos policiais de Marília deverão ficar concentrados no antigo prédio da Antártica, localizado na avenida Castro Alves, nº 61. A mudança tem como objetivo cumprir o projeto de reengenharia da Polícia Civil determinado pelo governo do Estado. A proposta, que prevê a mudança das unidades policiais, já foi elaborada e aprovada. O Estado    aguarda apenas a liberação do dinheiro para o aluguel    do prédio, que é de responsabilidade da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.
previsão    é de que até o final de junho todas as unidades estejam funcionando no mesmo local. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) cogitou uma possível visita para a inauguração do órgão até o final de junho, entretanto, nada foi confirmado.
Segundo o delegado seccional de Marília, Luiz Fernando Quinteiro, apenas um terço do prédio será utilizado. O local abrigará os cinco distritos policiais, três delegacias especializadas - Dise (Delegacia de Investigação sobre Entorpecentes); DIG (Delegacia de Investigação Geral); DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) - o plantão policial, o Necrim (Núcleo Especial Criminal) e o Instituto de Identificação. Aproximadamente 30 delegados, 30 escrivães e 50 investigadores vão trabalhar juntos. Para Quinteiro, a centralização vai ajudar nas tarefas desenvolvidas pelos policiais.
“Esse processo é importante porque não vamos perder informações. Além disso, ganharemos agilidade na resolução dos casos”, informou o delegado.
De acordo com Quinteiro, apesar das três delegacias especializadas passarem a funcionar no mesmo local, elas vão atender a resolução que determina a separação dessas unidades. “Os departamentos vão usufruir de toda a estrutura do prédio, contudo, ficarão em compartimentos separados, em um andar exclusivo”, explicou.
Atualmente todas as unidades de polícia ocupam nove prédios distribuídos pela cidade. 
Segundo Quinteiro, todos os edifícios são alugados. O valor total da locação não foi divulgado, no entanto, o delegado seccional afirma que a centralização dos departamentos vai reduzir os gastos com o aluguel. O antigo prédio da Antártica custará R$ 60 mil mensais para os cofres    do Estado. O imóvel    foi locado por um período de cinco anos.

fonte: http://www.diariodemarilia.com.br/noticia/132199/delegacias-de-policia-de-marilia-ficarao-centralizadas-em-um-unico-predio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS