Buscar

Crescimento das Exportações das Indústrias de Doces de Marília (SP).

Pólo de Doces de Marília Aumenta Vendas externas
Conquista de Novos Mercados beneficiou Indústrias da Cidade, MESMO COM Valorização do real, Frente AO DOLAR.

Chico Siqueira A desvalorização fazer dolar Localidade: Não FOI obstáculo parágrafo O Crescimento das Exports das Indústrias do Pólo Fabricante de Doces de Marília (SP). Segundo Dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), como Empresas fazer exportaram Pólo 17% Mais nenhuma semestre Primeiro do Ano los Relação AO MESMO PERÍODO de 2004. O Crescimento, Segundo a Associação das Indústrias de Alimentos de Marília (Adima), E atribuído AS AÇÕES Das Empresas, Que si prepararam parágrafos enfrentar uma desvalorização da Moeda americana. "Empresas custódio enxugaram, reduziram Margens de pelo Lucro e renegociaram precos nn Contratos, mas o Que Mais influenciou FOI Abertura de Novos Mercados", Diz Derci Comandini, presidente da Adima. De janeiro a junho, como empresas de Alimentos de Marília exportaram EUA $ 9,4 milhoes ante EUA $ 8,01 milhoes los de 2004. O Destaque ficou um parágrafo Argentina, Maior Importador, Que comprou EUA 1.037 dólares Milhão. Em 2004, argentinos compraram OS EUA $ 133 mil, mas ágora ultrapassam Pela Primeira Vez OS EUA, that não MESMO PERÍODO importaram EUA $ 1,01 Milhão. A Venezuela, Maior importadora de 2004 (EUA $ 1,7 Milhão), Nao comprou nada los de 2005. Mas FORAM Novos Mercados Opaco pesaram na Balança. Em 2005, uma Indústria de Doces de Marília ganhou Como Clientes Novos 22 countries, de Diferentes regions, Como China, Bélgica, Irã e Arábia Saudita, Opaco compraram Mais de EUA $ 800 mil. Disso de Além, Mercados los Expansão, Como o de Israel, also ajudaram. Israel aumentou como IMPORTACOES de Doces de Marília los 320% Comprando EUA $ 532 mil. "Os Números deusas Novos Mercados FORAM importantíssimos parágrafo driblarmos a Crise", Diz Comandini. Os Doces de Marília São Vendidos parágrafo Mais 60 countries na América, Europa, Ásia e Oriente médio. O Pólo possui 120 Fábricas de Doces Opaco empregam Mais de 6,5 mil Trabalhadores e produzem Mais de 30 mil Toneladas / mês, Mas somente 12% delas exportam Produtos SEUs. Uma dessas Empresas e um Aladim Alimentos, Opaco investiu R $ 1,5 milhao na Modernização dos Equipamentos e nenhum aumento de Produtividade de para tentar Manter OS Clientes conquistados los 2003 e 2004. "Instalamos Equipamentos de jornal Última Geração, aumentamos a Produtividade e derrubamos custódio, Tudo parágrafo Localidade: Não Perder Clientes. Por ISSO, conseguimos mante-los sem Primeiro semestre ", Diz a proprietaria da Empresa, Dulce Amêndola. Na Fábrica Doces Jazon, como Exports fazer Primeiro semestre cresceram POR UMA Conta de Politica de enxugamento de custódio, Redução da Margem de LUCROS e Renovação de Contratos com compradores fazer exterior. "Conseguimos Manter hum bom volume, não semestre Primeiro, mas ágora uma Coisa despencou", Diz o gerente industrial, Adalberto de Oliveira. Segundo elemento, o das 400 TONELADAS de Doces exportadas POR MES não semestre Primeiro, A Empresa Exporta ágora apenas 40 TONELADAS. A Diferença ESTA Sendo colocada nenhuma Mercado interno. "Nao agüentamos Tanto Tempo de Crise cambial. O Governo Precisa Estudar Medidas urgentemente", Diz Oliveira.















fonte:http://www.danillafoods.com.br/index4.php?pag=ver_noticia&codigo=9&idioma=bra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS