Buscar

MOVIMENTO LITERÁRIO IMPARCIALISMO


O Contexto do Movimento Literário Imparcialismo
O Movimento Literário Imparcialismo nasceu no dia 13 de novembro de 2008. A criação desse Movimento ocorreu depois de anos de muita pesquisa sobre o contexto histórico que estava surgindo como as consequências do que foi sermos modernos, ou pós-moderno com diz alguns pesquisadores.
O novo contexto se formou com as novas teorias de direitos, com as mulheres em evidências na sociedade, com as novas perceptivas de direitos e liberdades, com a internet e o mundo virtual, com a nova forma de globalização, interação, informação, depravação e formação cultural proporcionado pela globalização virtual, pelas novas posturas dos indivíduos diante da sociedade, pelas condutas e os comportamentos nascidos do incentivo ao consumismo; nasceu do individualismo, das competitividades sem escrúpulos , das desvalorizações humanas e valorização do objeto,
dos direitos ao vício e a morte,  dos comportamento sexual  nascido das liberdades conquistadas pelas mulheres, da desvalorização da religiosidade, da construção de mercados e públicos consumidores, da democracia capitalista, da ilusão de progresso, do sexo em tudo, das questão ambientais, do apocalipse, do caos urbano, da escravidão assalariada, da chinalização do mundo, da americanização cultural, da cultura de consumo, da arte e do artista descartável, do produto industrializado, da destruição dos rituais, da falta de tempo, das doenças modernas, do multiculturalismo, da diversidade, da loucura, da exploração de tudo, da ganância social, da globalização do contexto, do egoísmo absoluto, do prazer e o desejo acima de tudo, da escravização dos sentidos, da falta de perspectivas e falta estrutura dos jovens, da desorientação total,  da falta de alma, da desvalorização das virtudes, da condenação a abstinência e do equilíbrio, da irresponsabilidade e a falta de comprometimento, da felicidade individual a qualquer preso, da destruição dos limites, dos parâmetros e da estrutura, da inversão total dos valores,  da invenção de um Deus moldável segundo nossos caprichos, da insanidade social, do homem afeminado, da mulher masculinizada, da nova ordem mundial, da crise mundial, de um homem negro na maior potencia mundial, das mulheres nas presidências, das mutações genéticas, da brincadeira de sermos Deus, da destruição no conceito de família, da exclusão social, da deformação para a inclusão de tudo, do relativismo absoluto, da Ditadura da Liberdade, da Sodoma e Gomorra virtual, das afrontas sexuais a igreja e a sociedade, dos terrorismos, dos protestos e das marchas por tudo, das criações e invenção de direitos, da destruição da família, do nivelamento de tudo, da desconstrução da arte, das teorizações de tudo, da normalização de tudo, da dignificação de tudo, da teorização acima da verdade e da realidade, do entretenimento sexual, da crise da moral da ética, dos valores e dos princípios, da piada sobre tudo, do narcisismo, da aberração cultural e suas grosserias sexuais, do caos, da desordem, do desequilíbrio e da deformação que se tornou a estrutura, a ordem e o equilíbrio...
Contexto para a poesia Imparcialista é esse tempo de nivelamento  e de relativismo absoluto, que justifica e dignifica todos os desajustes individuais e sociais...    

José Nunes Pereira 

 
Movimento Literário Imparcialismo

http://literaturaimparcialista.blogspot.com.br/2010/05/movimento-literario-imparcialismo.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS