Buscar

Médicos cubanos para a cidade de São Paulo


Outros 76 médicos cubanos chegarão na próxima terça-feira à capital paulista para trabalhar no programa Mais Médicos. Com eles, o número total de profissionais no programa chegará a 246 na cidade de São Paulo, segundo o secretário municipal de Saúde, José de Fillipi.

Dos 170 médicos que atuam no programa hoje no município, 110 são cubanos. Os restantes são brasileiros e de outras nacionalidades.

"Eles (novos profissionais) vão integrar os grupos de atendimento de saúde da família que atuam na periferia", afirmou Fillipi.

O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, nesta manhã. Ele, o prefeito Fernando Haddad e Filipi inauguraram a primeira UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24h da cidade, no Campo Limpo (zona Sul).

O Mais Médicos foi criado para suprir a carência de profissionais em áreas periféricas do país. O programa foi criticado por entidades de médicos brasileiras.

No ano passado, um grupo de cubanos foi hostilizado por profissionais brasileiros quando eram recebidos no aeroporto de Fortaleza (CE) pelas autoridades.

UPAS

Até 2016, a cidade ganhará 41 UPAs, conforme promessa do prefeito e do ministro. Seis delas serão construídas. As demais serão instaladas em prédios já existentes.

A unidade do Campo Limpo começa a funcionar na próxima segunda-feira, às 7h. Será administrada pelo Hospital Israelita Albert Einstein.

Na UPA, o paciente poderá ficar 24h em observação. Se necessária a internação, ele é encaminhado a um hospital. As UPAs são equipadas com aparelhos de raio-x, de eletrocardiograma, além de salas para coleta de exames.

A do Campo Limpo terá 469 funcionários, 11 consultórios médicos e 38 leitos. Custaram cerca de 9,1 milhões ao município. O prefeito afirmou que os hospitais da região estão sobrecarregados e que a UPA vai ajudar a aliviá-los.

Alguns líderes comunitários da região fizeram críticas a respeito da demora na marcação de exames de ultrassom na região. "Demorava 7 meses para conseguir fazer o exame. Essa demora caiu para 3 meses", afirmou o prefeito.

Os mesmos líderes pediram em discurso que o prefeito melhore também salários dos profissionais da Saúde. O secretário disse que já há negociações sobre isso.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS