Buscar

Primeira semana do ano letivo 2014, já falta professores nas escolas estaduais de São Paulo


Alunos da rede estadual de São Paulo estão sem aula por falta de professores nesta primeira semana de atividades. O principal motivo é que muitos docentes temporários ainda não voltaram às escolas por serem obrigados a ficar de quarentena. Como o início das aulas foi adiantado por causa da Copa, há desfalque em escolas espalhadas pelo Estado.
No ano passado havia 49 mil temporários da chamada categoria "O" - 21% da rede. A Secretaria Estadual da Educação não informou quantos ainda não puderam voltar por causa da quarentena obrigatória, prejudicando as aulas. A reportagem apurou casos nas zonas leste, sul e norte da capital e em outras cinco cidades. Há professores que devem voltar hoje e outros apenas na semana que vem.
"Na escola falaram para eu trazer minha filha só semana que vem", disse Vera Silva, de 39 anos, mãe de aluna da Escola Campo Limpo 1, zona sul. À TV Globo, a secretaria havia negado ontem que houvesse problema generalizado, alegando que as faltas seriam pontuais, por motivos pessoais. "Tem gente achando que a culpa é do professor, mas não é. Não podemos entrar na sala", disse uma professora, que pediu anonimato.
Docentes reclamam da precariedade da categoria "O", que não apresenta direitos do funcionalismo e tem de passar por quarentena. Se não fosse ação judicial vencida pela Apeoesp, sindicato da categoria, o prazo seria de 200 dias. Segundo a presidente do Apeoesp, Maria Izabel Noronha, ainda há casos de professores que estão entre os 20 mil convocados no concurso feito no ano passado e que preferiram não atribuir aulas agora - a efetivação não ocorreu. "Sempre faltou professor. E muitos dos aprovados já dão aula na rede e só vão alterar o cargo."
A Secretaria da Educação não detalhou quantas escolas estão sem aulas. Em nota, diz que o intervalo de tempo exigido entre um contrato e outro dos temporários atende à legislação, mas que garante às escolas um quadro de docentes para suprir ausências. A pasta informa que criou uma comissão para averiguar se todos os procedimentos foram cumpridos pelas direções das escolas para garantir as aulas.
FONTE:http://m.estadao.com.br/noticias/impresso,copa-adianta-ano-letivo-e-escola-fica-sem-professor-,1124601,0.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS