Buscar

Por causa da falta de professores, escolas terão mais alunos do que é permitido.

DEFICIT DE PROFESSORES INFLA SALAS DE AULA

Prefeitura diz que a medida é necessária porque não tem recursos para contratar docentes sem ferir a legislação

Fonte: Folha de S.Paulo (SP)
Salas de aula superlotadas devem fazer parte do cotidiano da rede municipal de Ensino para o início das aulas, em fevereiro, em Ribeirão. O cenário, apontado por especialistas como prejudicial ao projeto pedagógico e à produtividade de Docentes e Alunos, foi apontado pela própria prefeitura como saída para o impasse na falta de Professores na rede local.
Segundo o secretário da Casa Civil, Layr Luchesi Júnior, a prefeitura terá de ultrapassar o limite de Alunos por sala de aula porque não tem condições de contratar concursados para não estourar o limite com pessoal imposto pela LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal). O anúncio foi feito ontem a membros da Aproferp (Associação dos Profissionais de Ensino de Ribeirão Preto), que se reuniram com o prefeito interino, Marinho Sampaio (PMDB), e Luchesi. 



Estudo deverá nortear soluções, diz prefeitura
Um raio-x da Secretaria da Educação, com dados como quais são as Escolas que sofrem com a falta de Professores, deverá nortear as soluções da Prefeitura de Ribeirão para a crise no setor.

A afirmação é do prefeito interino, Marinho Sampaio (PMDB), que disse ter exigido que a secretária da pasta, Debora Vendramini, entregue o relatório hoje.
"Quero saber quantos Professores têm na rede, quantos faltam, quais são as demandas das Escolas."  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS