Buscar

Mac faz jogo treino com o São Paulo

O São Paulo contou com gols de Paulo Henrique Ganso (com um chute de fora da área) e Rogério Ceni (de pênalti) para vencer o seu primeiro teste em 2014. Na manhã desta terça-feira, a equipe comandada por Muricy Ramalho derrotou o Marília por 2 a 1 no jogo-treino disputado no CT de Cotia.
Os três gols foram anotados no primeiro tempo, quando o São Paulo saiu atrás no placar diante da equipe da Série A2 do Campeonato Paulista e utilizou os seus titulares. A escalação era a seguinte: Rogério Ceni; Luis Ricardo, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Reinaldo; Denilson, Maicon, Wellington e Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano.
De contrato renovado até outubro de 2018, o volante Wellington foi a novidade na formação do início do jogo-treino. O jogador tinha a liberdade que era concedida a Douglas – em fase final de recuperação de lesão no púbis – e alternava-se entre a ponta direita e o meio-campo.
A contenção do São Paulo, no entanto, estava tão confusa quanto Wellington em suas novas atribuições. O Marília aproveitou. Logo no início da movimentação, o atacante Leandro Costa foi acionado por trás da marcação e finalizou no contrapé de Rogério Ceni para abrir o placar.
Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Paulo Henrique Ganso e Rogério Ceni asseguraram a vitória do São Paulo no jogo-treino com o Marília
A partir de então, o Marília se fechou e ofereceu mais espaços para o São Paulo jogar. Muricy recuou o volante Denilson, que havia dado um susto ao deixar uma bola escapar, para formar um trio de zagueiros com Rodrigo Caio e Antônio Carlos. O último, antes preocupado com a violência do time adversário, abusava das jogadas mais ríspidas.
No ataque, o São Paulo tinha dificuldades para criar. Os alas Luis Ricardo e Reinaldo apareciam como boas alternativas pelos lados, porém não eram tão explorados por Ganso. Já Osvaldo seguiu o mesmo do ano passado – corria bastante e produzia pouco. Luis Fabiano, por sua vez, pecava pela falta de agilidade. Chegou a furar a bola em uma conclusão na ponta direita.
Dessa maneira, o São Paulo só conseguiu encurtar o caminho para o gol com um chute de longa distância. Coube a Ganso ajeitar a bola de fora da área e bater rasteiro, no canto, para empatar o jogo. A iniciativa do meia foi bastante aplaudida pelo restante da equipe e por Muricy Ramalho.
A virada do São Paulo veio através da bola parada. Luis Fabiano esbarrou no goleiro Raphael Alemão, ex-Palmeiras, dentro da área, e o árbitro assinalou o pênalti duvidoso. Rogério Ceni, que havia batido uma falta por cima da meta pouco antes, cobrou com cavadinha e acertou o gol.
No segundo tempo, Muricy priorizou os testes de pré-temporada e mudou todo o seu time. O São Paulo voltou a campo em Cotia com a seguinte formação: Denis; Roger Carvalho, Rafael Toloi e Edson Silva; Douglas, Fabrício, Lucas Evangelista, Jadson e Clemente Rodríguez; Cañete e Ademilson.
O jogo-treino ficou mais disputado depois das alterações. O volante Fabrício, que tem um longo histórico de lesões, não resistiu ao ritmo e rapidamente precisou ser substituído pelo jovem João Schmidt.
Mesmo com mais uma mudança, o São Paulo continuou a incomodar a defesa do Marília. Em uma das melhores oportunidades, Jadson enfiou a bola para Ademilson, que chutou cruzado, para fora. O adversário, liderado pelos gritos do ex-palmeirense Alceu, também atacava, mas sem contundência.
No final do jogo-treino, Muricy voltou a mexer no São Paulo, que tinha o argentino Cañete como destaque. O técnico trocou Denis e Toloi por Renan Ribeiro e Paulo Miranda. O que não mudou mesmo foi o placar construído no primeiro tempo.
Na quinta-feira, o São Paulo terá um desafio teoricamente mais complicado. O próximo jogo-treino será contra a seleção dos Estados Unidos, que faz aclimatação para a Copa do Mundo de 2014 no CT da Barra Funda. No domingo, contra o Bragantino, o time de Muricy estreará no Campeonato Paulista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS