Plano Nacional de Educação (PNE) aprovado pelo Senado anteontem para o período de 2011 a 2020

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO GARANTE MAIS VAGAS, ENSINO ESPECIAL E 10% DO PIB PARA O SETOR

Erradicar o analfabetismo, universalizar o atendimento e ampliar o acesso dos alunos com deficiência aos ensinos regular e especial são alguns dos objetivos do PNE

Fonte: Jornal do Senado (DF)

O Plano Nacional de Educação (PNE) aprovado pelo Senado anteontem para o período de 2011 a 2020 é o substitutivo de Vital do Rêgo (PMDB-PB) apresentado em Plenário. Ele retoma a proposta original do governo (PLC 103/2012) com poucas alterações.
— Esta foi uma obra de várias mãos, de várias cabeças, da qual todos os partidos participaram, acima de questões ideológicas. Creio que alcançou-se um consenso que assegurará a aprovação e apontará um caminho — afirmou o relator, Eduardo Braga (PMDB-AM).

Os objetivos, entre outros, são erradicar o Analfabetismo e universalizar o atendimento Escolar, com a ampliação do acesso dos Alunos com deficiência à Educação básica e ao Ensino especial, preferencialmente em Escolas regulares.
O plano prevê a destinação de 10% do produto interno bruto para a Educação e a qualificação dos profissionais da área.

O substitutivo de Vital assegura a compatibilização de programas de expansão da Educação profissional e superior; de bolsas de estudos no Brasil e no exterior; de subsídios ao financiamento estudantil; e do financiamento de Creches e Pré-Escolas e de Educação especial. O projeto agora voltará à Câmara.

Financiamento: 10% do PIB para a educação por 10 anos
O PNE prevê a destinação, por dez anos, de pelo menos 10% do produto interno bruto (PIB) para a Educação.

Os recursos públicos serão destinados também ao financiamento de bolsas de estudo para estudantes em instituições privadas.
Ficam asseguradas, portanto, iniciativas como o Programa Universidade para Todos (ProUni), o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Produção científica: foco é estar entre os 10 maiores do mundo
Uma nova meta, a 21, foi incluída com o objetivo de ampliar a produção científica brasileira, assunto que não foi tratado em nenhuma das versões anteriores da proposta de PNE.

A meta é desenvolver o setor de tal forma que o Brasil possa integrar o grupo dos dez países que mais produzem novos conhecimentos do mundo. A proposta dá ênfase à pesquisa, desenvolvimento e estímulo à inovação, com a meta de formação de quatro doutores para cada mil habitantes.

Objetivos: alfabetizar aos 6 anos e oferecer educação integral
A Meta 5 define que, a partir do sexto ano de vigência do plano, a Alfabetização comece aos 7 anos, e a partir do décimo ano, aos 6.

Foi mantida a Educação em tempo integral, com a permanência dos estudantes por sete horas nas Escolas, acompanhamento pedagógico, oferta de novos conteúdos e direito à alimentação.
O plano também prevê a compatibilização da jornada Escolar com a realização de atividades recreativas, ­esportivas e culturais.

Qualidade: escolas terão incentivos para melhorar no Ideb
O PNE traz também ­estratégias para estimular as Escolas a melhorarem o desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação básica (Ideb).

O Custo Aluno-Qualidade (CAQ) foi definido como indicador prioritário para o financiamento da Educação básica, em todas as etapas. O plano propõe ainda a criação do conceito de Custo Aluno-Qualidade Inicial (CAQi) como primeira etapa para implantação do CAQ no oitavo ano de vigência do PNE.


Professores: formação inicial garantida pela LDB
O projeto assegura aos Professores formação inicial prevista na Lei de Diretrizes e Bases da Educação, ou seja, habilitação em nível médio ou superior para lecionar na Educação infantil e nos Ensinos fundamental e médio. Para outros profissionais, é exigido diploma em Pedagogia, Administração, Planejamento, Supervisão, Inspeção e ­Orientação Educacional.

O plano sugere também novas estratégias para estimular a oferta de formação inicial de Professores em cursos diurnos.
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candidatos que ainda não fazem parte da rede poderão realizar, pela primeira vez, um cadastro online

Marília recebe Mostra de Teatro Infantil

XV Encontro de Canto Coral de Marília acontece no Teatro Municipal

ARMAS APREENDIDAS DENTRO DE ÔNIBUS EM MARÍLIA

Bruno Borges, apareceu depois quase 5 meses

O Instituto de Previdência do Município de Marília – IPREMM informa que efetuou o pagamento do saldo de sua folha de segurados, aposentados e pensionistas, previsto para o 5.º dia útil do mês de agosto.