Buscar

Entrevista com José Nunes Pereira

Entrevista com José Nunes Pereira
Poeta e professor mariliense Share in Facebook Share in Orkut Share in MySpace Share in LinkedIn Share in Digg Share in Delicious

José Nunes Pereira (J.Nunez) também é pesquisador, criador do Imparcialismo, integrante do Movimento Artístico, intelectual e literário Os Imparcialistas.

AlôArtista - Qual foi o ´click´ que despertou a sua arte? Qual o fato ou pessoa que teve mais influência na sua atividade?
José Nunes Pereira - Meu gosto para a poesia e a arte se despertou com a leitura de poetas brasileiros, especialmente com o poeta Castro Alves. Depois vieram muitos outros poetas brasileiros e estrangeiros, até que cheguei a poesia Imparcialista.

AlôArtista - O que você gostaria de ver divulgado, do seu trabalho, nesta entrevista?
JNP - Escrevo há muitos anos, porém a minha razão para escrever é a poesia Imparcialista, que resultou em um trabalho acadêmico chamado O Novo Contexto para a Arte e a Literatura contemporânea. O Imparcialismo é o trabalho na construção da literatura para o novo contexto e o estudo desse contexto para que os artistas de todos os ramos da arte possam trabalhar partindo dessa pesquisa.

AlôArtista - Qual é a principal ´mancada´ no Brasil, em se tratando de incentivo ao artista? É difícil ser artista neste país? O que poderia ajudar?
JNP - É difícil ser artista em qualquer lugar do mundo, quando o artista não está fazendo a coisa “comercial”. Talvez no Brasil seja ainda mais difícil porque não temos público para a cultura intelectualizada, mais refinada, bem elaborada ou ainda engajada em alguma questão realmente significativa. Muito diferente das conotações e do sexo na música. A maior mancada do Brasil é a falta de público para a cultura que não seja a de consumo e modismo.

AlôArtista - Conte um pouco sobre carreira e onde deseja chegar.
JNP - Escrevo há muitos anos e criei o Imparcialismo em 2008. Meu desejo é um dia ver o Imparcialismo sendo praticado por outros artistas, de todos os ramos. A função da arte pode ser revelar o homem e a sociedade a si mesma, deixando de ser mero reflexo de seu tempo, passando a ser o espelho onde o homem e a sociedade possam se ver e se transformar partindo dessa consciência. Talvez a arte possa ajudar o homem a encontrar o equilíbrio que ele tanto busca nesse tempo de labirintos.

AlôArtista - Como um site como o AlôArtista pode contribuir para ´os artistas´, na sua opinião?
JNP - Creio que o AlôArtista já está fazendo muito pelo artista, por ser esse espaço de divulgação da arte e do artista.

Blog literatura imparcialista


Entrevista realizada por Elisabete Almeida
bettyboop@aloartista.com

fonte:http://www.aloartista.com/conteudo.asp?id=2140

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS