Buscar

Pesquisar este blog

Mudança curricular na educação publica: fusão de disciplinas


MEC VAI PROPOR A FUSÃO DE DISCIPLINAS DO ENSINO MÉDIO

As atuais 13 matérias serão reagrupadas em 4 áreas, como ciências humanas. Mudança curricular é resposta do ministério à baixa qualidade do ensino, principalmente nas escolas públicas

Fonte: Folha de S.Paulo (SP)

O Ministério da Educação prepara um novo currículo do Ensino médio em que as atuais 13 disciplinas sejam distribuídas em apenas quatro áreas (ciências humanas, ciências da natureza, linguagem e matemática).
A mudança prevê que Alunos de Escolas públicas e privadas passem a ter, em vez de aulas específicas de biologia, física e química, atividades que integrem estes conteúdos (em ciências da natureza).  

Enem será o modelo do novo currículo, afirma Mercadante
O Enem terá ainda mais importância no Ensino médio, disse ontem à Folha o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.
O exame nacional será o modelo para o novo currículo (a prova organiza suas questões entre as quatro grandes áreas).

Mudança é boa, mas difícil de aplicar, dizem educadores
Educadores entrevistados pela reportagem afirmam que a mudança curricular no Ensino médio proposta pelo governo federal é positiva. O problema, segundo eles, será a implementação.
"O currículo hoje é de fato muito fragmentado", afirma o vice-presidente do Consed (conselho que reúne os secretários estaduais de Educação), Klinger Barbosa Alves. "Mas a mudança proposta requer uma série de providências que não são simples."  

Editorial: Nota 5, e olhe lá
A escola no Brasil ensina mal. Os recém-divulgados dados do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) para 2011 mostram que o ensino público continua muito abaixo do adequado e que a situação é só um pouco melhor nas instituições particulares.
Para não pintar um quadro ultrapessimista, pode-se dizer que houve avanço modesto no ensino fundamental (em especial nas séries iniciais) e estagnação no médio.

Funcionários de escolas do Rio que bateram meta do Ideb receberão extra
A Prefeitura do Rio irá conceder um prêmio em dinheiro para os funcionários das escolas municipais que conseguiram cumprir as metas de melhoria no Ideb, índice que mede o desempenho da educação básica nacional.
Segundo a secretária municipal de Educação, Cláudia Costin, 493 das 856 escolas da rede que realizaram a prova serão contempladas, o que representa 58% desse universo.

Última colocada no Ideb, escola da Bahia diz que houve engano
Um provável erro de digitação alterou a rotina de uma escola de Salvador, apresentada como a última colocada do país no Ideb, e causou constrangimento aos alunos.
Localizada na periferia da capital baiana, a Escola Estadual 29 de Março aparece com nota 0,1 na avaliação de alunos do nono ano. Em 2009, obteve nota 2,2.
O Grupo Folha não autoriza a publicação na íntegra do conteúdo produzido pelo jornal Folha de S.Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

NOTÍCIAS

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS