Buscar

Secretaria da Cultura e Oficina Tarsila do Amaral firmam parceria com Educação


PARCERIAS CULTURAIS

Secretaria da Cultura e Oficina Tarsila do Amaral firmam parceria com  Educação

Na tarde dessa quinta-feira (19), reuniram-se na sede da Secretaria Municipal da Educação, o secretário da Cultura, André Gomes, a coordenadora da Oficina Tarsila do Amaral, Milena Deganuti de Mello e a Secretaria da Educação, Maria do Carmo Caputti Mazini, para firmarem parceria para realizar o I Clico de Contação de Histórias de Marília. O projeto é uma idealização da Oficina Cultural Tarsila do Amaral em parceria com a Secretaria Municipal da Cultura.

A proposta de parceria para a pasta da educação consiste na divulgação e na mobilização do projeto junto aos alunos da rede municipal de ensino, professores e coordenadores para participarem do Ciclo, o qual tem como objetivo apresentar espetáculos artísticos diferenciados, através de sessões de contação de histórias de obras clássicas da Literatura ou de contos populares, fomentando a leitura e buscando instigar o despertar cultural em crianças e jovens.

Segundo a coordenadora da Oficina Cultural, Milena Deganuti de Mello, é importante essa parceria com Secretaria Municipal da Educação, com a participação dos professores, coordenadores e os alunos das escolas da Rede Municipal de Ensino para participarem do I Ciclo de Contação de Histórias, para cada vez mais democratizar o acesso à cultura.

“ A ideia da parceria com a Secretaria da Educação é importante porque as crianças terão a oportunidade de um aprendizado fora da sala de aula, de conhecer clássicos da literatura de uma maneira lúdica, ouvindo histórias. Estes intercâmbios entre as secretarias municipais e o Estado são fundamentais para promover o acesso à cultura. Estou muito contente com essas novas parcerias”, comenta Milena.

O Ciclo começa no dia 31 de julho e segue até 21 de setembro com ampla programação voltada para um público estimado de 800 participantes das escolas municipais. Durante o Ciclo serão oferecidas sete apresentações artísticas de contação de histórias com temas diferentes e também dois workshops para capacitar arte educadores, profissionais, artistas e demais interessados.

Para o secretário municipal da Cultura, André Gomes, não é possível uma política cultural ter êxito sem que ela esteja integrada com a educação, afinal a arte e a cultura são formas de conhecimento que permitem o ser humano desenvolver suas potencialidades. E nesse sentido o titular da pasta ressalta que essa é só a primeira parceria, e que tanto ele quanto a secretária de educação estão convencidos de que é preciso haver um diálogo permanente entre educação, cultura, esporte e juventude.


PROGRAMAÇÃO

CICLO DE CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS

► MÚSICOS DE BREMEN, JOÃO BOBO, O BARQUINHO E O MARINHEIRO E CONTOS POPULARES - Fernanda Munhão.

31/7 – terça-feira – 13h30 às 15h30. Indicação: livre.50 lugares.Para despertar o prazer de ler, ouvir e contar histórias, esta sessão traz no repertório clássicos da literatura infantil em quatro atos: “Músicos de Bremen”, dos Irmãos Grimm, “João Bobo”, de Ana Maria Machado, “Contos Populares”, na versão de Ricardo Azevedo e “O Barquinho e o Marinheiro”, conto popular. Graduada em Jornalismo, Letras e Pedagogia, Fernanda Munhão é mestre e especialista em Literatura pela Unesp, professora de literatura infantil e crítica literária e integra a Red Internacional de Cuentacuentos.

► HISTORINHAS NO QUINTAL - Paula Bittencourt.

9/8 – quinta-feira – 9h às 11h.Indicação: livre.50 lugares.“Historinhas no Quintal” traz Benedito e Mariquinha, um casal da zona rural, que, sentados no quintal, contam seus causos, repletos de lendas, magia e mistério. Paula Bittencourt, formada em Pedagogia pela Unesp e pós-graduada em Artes pela USP, é professora de ensino fundamental e superior, atriz, diretora e contadora de histórias.

► CONTOS DA AVÓ SÁBIALEITURA ENCENADA DE A CARTOMANTEVal do Varal.

16/8 – quinta-feira – 9h às 11h.Indicação: livre.50 lugares.No cardápio desta sessão estão os “Contos da Avó Sábia” – “A Anciã que não Tinha Medo” (conto japonês) e “A Bruxa Salomé” (conto de Audrey Wood) – e uma leitura encenada de “A Cartomante”, de Machado de Assis, numa confluência entre a palavra, as artes e linguagens teatrais. Graduada em Comunicação Social e pós-graduada em Linguagem, Cultura e Mídia pela Unesp de Bauru, Val do Varal é atriz há 15 anos, contadora de histórias, artista e orientadora de teatro. Ela integra, juntamente com Alessandro Brandão, a Cia. Giralua de Artes, da qual é fundadora.

► CANTOS E CONTOS - Grupo ELAM

24/8 – sexta-feira – 14h às 16h.Indicação: livre.50 lugares.Com enfoque nas tradições orais, “Cantos e Contos” traz um repertório de contos e histórias que vão de Câmara Cascudo a contos tradicionais do Oriente, com acompanhamento musical, figurinos e adereços cênicos. O espetáculo do Grupo da Escola Livre de Artes de Marilia tem no elenco Letícia Rodrigues e Márcio Martins, que também assina a direção.

► LÁ VEM O BOI - Paula Bittencourt.

30/8 – quinta-feira – 9h às 11h.Indicação: livre.50 lugares.Gracioso e Maricota são dois “viajandeiros” que carregam em sua bagagem muitas histórias para contar, deixando por onde passam um pouquinho de fantasia. Neste espetáculo interativo que conta a história do boi-bumbá, a plateia participa de charadas e ajuda os protagonistas a resolver mistérios.

► ASSIM QUE EU CONTO - Marcinha Moureira.

5/9 – quarta-feira – 14h às 16h.Indicação: livre.50 lugares.Sessão de contação de histórias de três contos folclóricos tradicionais brasileiros: “Festa no Céu”, “Bumba Meu Boi” e “A Botija de Ouro”, que busca estimular a imaginação das crianças e despertá-las para o hábito de leitura. Atriz, professora e contadora de histórias, Marcinha Moureira é formada em Letras, Pedagogia e Artes Visuais, com pós-graduação em Arte e Educação.

► SUA ALTEZA, A DIVINA AULA ABERTA DE FANTOCHES E DEDOCHES - Havana Martins

11/9 – terça-feira – 14h às 16h.Indicação: livre.50 lugares.Baseado no conto de Angela lago, o espetáculo une teatro de fantoches e dedoches, clown e narração de histórias para contar as aventuras do senhor Louva-a-Deus, que pretende se casar com uma princesa arrogante, que adora adivinhações do tipo “o que é, o que é?”. Adaptação e direção geral de Havana Martins, que também divide a cena com Liliam Lopez. A apresentação será seguida de uma aula sobre manipulação de bonecos.

Mais informações pelo telefone: 14-3453 5660

Blogs

Postagens mais visitadas

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA

HORÁRIOS DE ÔNIBUS - MARÍLIA
ÔNIBUS